sábado, 28 de novembro de 2009

Pessoas Inteligentes!

PESSOAS INTELIGENTES

  
  "Conta-se que numa cidade do interior um grupo de pessoas se divertia  com o idiota da aldeia, um pobre coitado, de pouca inteligência, que ali vivia de pequenos biscates e esmolas.

  Diariamente eles chamavam o idiota ao bar, onde se reuniam, e ofereciam  a ele a escolha entre duas moedas: uma grande de 400 REIS e outra menor, de 2.000 REIS.

  Ele sempre escolhia a maior e menos valiosa, o que era motivo de risos  para todos.

  Certo dia, um dos membros do grupo chamou-o e lhe perguntou se ainda  não havia percebido que a moeda maior valia menos.

'Eu sei' - respondeu o tolo assim: 'Ela vale cinco vezes menos, mas no  dia que eu escolher a outra, a brincadeira acaba e não vou mais ganhar minha moeda.'"

  Pode-se tirar várias conclusões dessa pequena narrativa.

A primeira: Quem parece idiota, nem sempre é.

A segunda: Quais eram os verdadeiros idiotas da história?

A terceira
: Se você for ganancioso, acaba estragando sua fonte de renda.

  Mas a conclusão mais interessante é: A percepção de que podemos estar bem, mesmo quando os outros não têm uma boa opinião a nosso respeito.  Portanto, o que importa não é o que pensam de nós, mas sim, quem  realmente somos.

  O maior prazer de uma pessoa inteligente é bancar o idiota, diante de  um idiota que banca o inteligente."


  (Arnaldo Jabor)


geraldo mota
http://geraldomotacoelho.blogspot.com/

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

LANÇAMENTO DO 2º DISCO DE PEDRO MORAIS

Gente, olha só que legal!!!
Vamos comprar o novo CD do PEDRO MORAIS, para quando acontecer o lançamento irmos todos, ao show, cantando!!!
 

Lançamento do segundo CD do Pedro Morais – Sob o Sol

 Venda para todo o Brasil – Produzido por Chico Neves

 Preço – R$25,00

 O cantor, compositor e violonista mineiro Pedro Morais aprendeu tudo sozinho. Aos sete anos, dedilhava o bandolim com intimidade, mas se sentia intimidado na hora de soltar a voz. "Meu negócio sempre foi tocar... Mas meu pai insistiu tanto que comecei a me soltar e a pegar gosto pela coisa". Sábio pai que, em 1999, viu o filhão ser eleito melhor intérprete do Festur (Festival de Turmalina), com uma música autoral. Depois disso, ele participou de outros festivais da região e dividiu o palco com gente do calibre de Moska, Curumin, Max de Castro, Otto, Toninho Horta, Vander Lee, Jorge Vercilo, Beto Guedes, Ângela RoRô, Marina Machado, Ná Ozzeti e Tiê.

 ---"São 11 músicas autorais. Primeiro o disco ia se chamar Gasolina, mas mudamos para Sob o Sol que é o nome de outra música. Na verdade mudamos por causa da arte do encarte e do conceito...gasolina ia limitar muito. Tem minha parceria fixa que é o Magno Mello, também tem parceria com o Kadu Vianna e o Flávio Henrique (na música Sob o Sol, título do álbum). Como acredito que as coisas passam por um ciclo, estou numa fase mais rock. Ando com vontade de por distorção em tudo e isso não aconteceu por pouco nesse CD. Fiz um álbum completamente diferente do primeiro, formei uma nova sonoridade, mas mantive essa coisa da MPB, mas também me permiti fazer uma coisa mais pop. Antes eu achava que ser pop era ser menos, mas hoje desencanei disso. Na verdade, eu queria viver em um lugar sem rótulos, fazer um disco de rock, um de MPB e um só de cordas (risos)! Meu terceiro trabalho corre o risco de ser violão e voz apenas..."

*Pedro Morais

 http://www.myspace.com/opedromorais

 http://www.pmorais.com.br/

 Mandamos pelo correio por encomenda PAC, fica bem mais em conta e você recebe na sua casa, a demora é de aproximadamente quatro dias úteis.

Para quem mora em Belo Horizonte entre em contato por telefone, trabalhamos com serviço de motoboy.

 Aquele abraço
Edu Pampani

Rua Machado, 207 – Floresta - BH
31 3036-2919 / 9215-514d

contato@amusicaquevemdeminas.com.br

Confira
www.amusicaquevemdeminas.com.br

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Você escreve e ela(ele) fala. Sensacional

Assunto: Você escreve e ela(ele) fala. Sensacional

 

 

 

SENSACIONALLLL !!!

Acredite se quiser !

 Mova o mouse à volta da cabeça: os olhos seguem o cursor;
- ela pronuncia tudo o que você escreve, inclusive obedecendo à pontuação.
- não importa a língua escolhida, pois ela fala várias delas e com vozes diferentes.
Agora escreva tudo o que lhe vier à cabeça! Até asneiras ela diz na maior perfeição.

 

  

sexo

Somente para lembrar aos esquecidos.
 

sábado, 21 de novembro de 2009

: GRIPE SUÍNA - Vejam antes que retirem o video

 
 GRIPE SUÍNA - Vejam antes que retirem o video


 
Gente,
o depoimento da ex-Ministra da
Saúde da Finlândia, Dra. Rauni Kilde, é muito claro e corajoso

Vejam isto depressa, antes que retirem este vídeo

http://www.youtube.com/watch?v=JpOB4xkpjgQ


sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Fwd: Convite - Lançamento do Livro Partilha de Roberto Carvalho


A VIDA É O E ENCONTRO
DOS AMIGOS
NAS ESQUINAS
NOS BUTECOS
ONDE A VIDA
PULSA
OS CORACOES SE ENCONTRAM
SIMPLESMENTE
PARA SER
 
ESPERO VOCE NO COMPARTILHAMENTO
DOS MEUS RABISCOS E SENTIMENTOS
UM ABRACAO,
 
 
ROBERTO CARVALHO


 
·   Jeanne Corrêa

je.correa@hotmail.com

(31) 8752-1004
 



segunda-feira, 16 de novembro de 2009

CLIPE CENSURADO DE MICHAEL JACKSON

assunto: CLIPE CENSURADO DE MICHAEL JACKSON...

(CLIP EN BLANCO DE MICHAEL JACKSON)

Veja que clipe espetacular!!! Mas, antes, leia a mensagem abaixo, para entender melhor. Depois, clique no link abaixo e divirta-se! Ou chore! Você decide!

Um abraço.
JOBOCOPAZ

JOÃO BOSCO DA COSTA PAZ -

BELO HORIZONTE - MG - BRASIL

Veja, então, o que os americanos nunca mostraram de Michael Jackson. O clipe foi filmado na África, Amazônia, Croácia e Nova Iorque.
Emocionante!

Veja no link abaixo o vídeo legendado.

http://www.youtube.com/watch?v=oJEqJ9yALx8

"Earth Song" de Michael Jackson - acusado a los EE.UU.

El video es la más exitosa de Michael Jackson en el Reino Unido, pero no era ni "Billie Jean" o "Beat it" y, sí, el verde "Earth Song", 1996.

Las letras hablan sobre la deforestación, la sobrepesca y la contaminación, y un pequeño detalle, tal vez usted nunca tendrá la oportunidad de ver en la televisión. Cuanto más "Earth Song" nunca fue lanzado como single en los Estados Unidos, históricamente el mayor contaminador del planeta. Por lo tanto, la mayoría de nosotros nunca tuvo acceso al clip. Es decir, lo que no está en los EE.UU., nada en el mundo. Que sólo muestran lo que les interesa, y sólo ver lo que quieren.

Aquí, entonces, que nunca los estadounidenses mostró Michael Jackson. El video fue filmado en África, el Amazonas, Croacia y Nueva York.

Emocionante!

Vea el enlace de abajo los subtítulos de vídeo:

ALGO FIZEMOS MAL (ESPETACULAR!!!)

Não deixe de ler o texto abaixo (é bem curtinho) e reflita sobre ele. Mas preste mesmo atenção nas suas palavras. Trata-se do discurso proferido pelo Presidente Oscar Arias, da Costa Rica, na Cúpula das Américas, a 18 de abril desta ano, em Trinidá e Tobago. Muito lúcido, dá o que pensar!

ATENÇÃO!!!

NA PRÓXIMA ELEIÇÃO, NÃO ELEJA NINGUÉM QUE TENHA FICHA SUJA! VAMOS LIMPAR O BRASIL!!! PRECISAMOS DE DEPUTADOS E SENADORES QUE PENSEM NO POVO E NO PAÍS! E NÃO, NO PRÓPRIO BOLSO!!!

MAGNÍFICO DEPOIMENTO DO PRESIDENTE DA COSTA RICA. MERECE SER LIDO E REPENSADO.
Discurso proferido na presença do Lula e demais presidentes latino-americanos, incluído o "manequim" do Equador, o caloteiro Corrêa, abaixo nominalmente citado.

"ALGO HICIMOS MAL"


Palavras do Presidente Oscar Arias da Costa Rica na Cúpula das Américas em Trinidad e Tobago, 18 de abril de 2009
"Tenho a impressão de que cada vez que os países caribenhos e latino-americanos se reúnem com o presidente dos Estados Unidos da América, é para pedir-lhe coisas ou para reclamar coisas. Quase sempre, é para culpar os Estados Unidos de nossos males passados, presentes e futuros. Não creio que isso seja de todo justo.
Não podemos esquecer que a América Latina teve universidades antes que os Estados Unidos criassem Harvard e William & Mary, que são as primeiras universidades desse país.
Não podemos esquecer que nesse continente, como no mundo inteiro, pelo menos até 1750 todos os americanos eram mais ou menos iguais: todos eram pobres.

Ao aparecer a Revolução Industrial na Inglaterra, outros países sobem nesse vagão: Alemanha, França, Estados Unidos, Canadá, Austrália, Nova Zelândia e aqui a Revolução Industrial passou pela América Latina como um cometa, e não nos demos conta.
Certamente perdemos a oportunidade.

Há também uma diferença muito grande. Lendo a história da América Latina, comparada com a história dos Estados Unidos, compreende-se que a América Latina não teve um John Winthrop espanhol, nem português, que viesse com a Bíblia em sua mão disposto a construir uma Cidade sobre uma Colina, uma cidade que brilhasse, como foi a pretensão dos peregrinos que chegaram aos Estados Unidos.
Faz 50 anos, o México era mais rico que Portugal. Em 1950, um país como o Brasil tinha uma renda per capita mais elevada que o da Coréia do Sul. Faz 60 anos, Honduras tinha mais riqueza per capita que Cingapura, e hoje Cingapura em questão de 35 a 40 anos é um país com $40.000 de renda anual por habitante. Bem, algo nós fizemos mal, os latino-americanos.
Que fizemos errado? Nem posso enumerar todas as coisas que fizemos mal. Para começar, temos uma escolaridade de 7 anos.
Essa é a escolaridade média da América Latina e não é o caso da maioria dos países asiáticos. Certamente não é o caso de países como Estados Unidos e Canadá, com a melhor educação do mundo, similar a dos europeus.
De cada 10 estudantes que ingressam no nível secundário na América Latina, em alguns países, só um termina esse nível secundário.
Há países que têm uma mortalidade infantil de 50 crianças por cada mil, quando a média nos países asiáticos mais avançados é de 8, 9 ou 10.

Nós temos países onde a carga tributária é de 12% do produto interno bruto e não é responsabilidade de ninguém, exceto nossa, que não cobremos dinheiro das pessoas mais ricas dos nossos países. Ninguém tem a culpa disso, a não ser nós mesmos.
Em 1950, cada cidadão norte-americano era quatro vezes mais rico que um cidadão latino-americano. Hoje em dia, um cidadão norte-americano é 10, 15 ou 20 vezes mais rico que um latino-americano. Isso não é culpa dos Estados Unidos, é culpa nossa.
No meu pronunciamento me referi a um fato que para mim é grotesco e que somente demonstra que o sistema de valores do século XX, que parece ser o que estamos pondo em prática também no século XXI, é um sistema de valores equivocado.
Porque não pode ser que o mundo rico dedique 100.000 milhões de dólares para aliviar a pobreza dos 80% da população do mundo
"num planeta que tem 2.500 milhões de seres humanos com uma renda de $2 por dia" e que gaste 13 vezes mais ($1.300.000. 000.000) em armas e soldados.
Como disse esta manhã, não pode ser que a América Latina gaste $50.000* milhões em armas e soldados.
Eu me pergunto: quem é o nosso inimigo?
Nosso inimigo, presidente Correa, desta desigualdade que o Sr. aponta com muita razão, é a falta de educação; é o analfabetismo;
é que não gastamos na saúde de nosso povo; que não criamos a infra-estruturar necessária, as estradas, os portos, os aeroportos; que não estamos dedicando os recursos necessários para deter a degradação do meio ambiente;
é a desigualdade que temos que nos envergonhar realmente; é produto, entre muitas outras coisas, de que não estamos educando nossos filhos e nossas filhas.
Vá alguém a uma universidade latino-americana e parece no entanto que estamos nos sessenta, setenta ou oitenta.
Parece que nos esquecemos de que em 9 de novembro de 1989 aconteceu algo de muito importante, ao cair o Muro de Berlim, e que o mundo mudou. Temos que aceitar que este é um mundo diferente, e nisso francamente penso que os acadêmicos, que toda gente pensante, que todos os economistas, que todos os historiadores, quase concordam que o século XXI é um século dos asiáticos não dos latino-americanos.
E eu, lamentavelmente, concordo com eles. Porque enquanto nós continuamos discutindo sobre ideologias, continuamos discutindo sobre todos os "ismos" (qual é o melhor? capitalismo, socialismo, comunismo, liberalismo, neoliberalismo, socialcristianismo. ..) os asiáticos encontraram um "ismo" muito realista para o século XXI e o final do século XX, que é o pragmatismo.
Para só citar um exemplo, recordemos que quando Deng Xiaoping visitou Cingapura e a Coréia do Sul, depois de ter-se dado conta de que seus próprios vizinhos estavam enriquecendo de uma maneira muito acelerada, regressou a Pequim e disse aos velhos camaradas maoístas que o haviam acompanhado na Grande Marcha: "Bem, a verdade, queridos camaradas, é que a mim não importa se o gato é branco ou negro, só o que me interessa é que cace ratos".
E se Mao estivesse vivo, teria morrido de novo quando disse que "a verdade é que enriquecer é glorioso".
E enquanto os chineses fazem isso, e desde 1979 até hoje crescem a 11%, 12% ou 13%, e tiraram 300 milhões de habitantes da pobreza, nós continuamos discutindo sobre ideologias que devíamos ter enterrado há muito tempo atrás.

A boa notícia é que isto Deng Xiaoping o conseguiu quando tinha 74 anos.
Olhando em volta, queridos presidentes, não vejo ninguém que esteja perto dos 74 anos.
Por isso só lhes peço que não esperemos completá-los para fazer as mudanças que temos que fazer.


Muchas gracias."

http://geraldomotacoelho.blogspot.com/

domingo, 15 de novembro de 2009

INTELIGÊNCIA ANIMAL

video
ANIMAIS PENSAM?

Esse sim é o cara! Em PONTA PORÃ, Mato Grosso do Sul. O resto é resto ...

ESSE JUIZ É, REALMENTE, MACHO E RESPEITÁVEL!!

Odilon de Oliveira, de 56 anos, estende o colchonete no piso frio da sala, puxa o edredom e prepara-se para dormir ali mesmo, no chão, sob a vigilância de sete agentes federais fortemente armados. Oliveira é juiz federal em Ponta Porã, cidade de Mato Grosso do Sul na fronteira com o Paraguai e, jurado de morte pelo crime organizado, está morando no fórum da cidade. Só sai quando extremamente necessário, sob forte escolta. Em um ano, o juiz condenou 114 traficantes a penas, somadas, de 919 anos e 6 meses de cadeia, e ainda confiscou seus bens. Como os que pôs atrás das grades, ele perdeu a liberdade. 'A única diferença é que tenho a chave da minha prisão.' 
 
Traficantes brasileiros que agem no Paraguai se dispõem a pagar US$ 300 mil para vê-lo morto. Desde junho do ano passado, quando o juiz assumiu a vara de Ponta Porã, porta de entrada da cocaína e da maconha distribuídas em grande parte do País, as organizações criminosas tiveram muitas baixas.Nos últimos 12 meses, sua vara foi a que mais condenou traficantes no País.


Oliveira confiscou ainda 12 fazendas, num total de 12.832 hectares, 3 mansões - uma, em Ponta Porã, avaliada em R$ 5,8 milhões - 3 apartamentos, 3 casas, dezenas de veículos e 3 aviões, tudo comprado com dinheiro das drogas. Por meio de telefonemas, cartas anônimas e avisos mandados por presos, Oliveira soube que estavam dispostos a comprar sua morte.

 'Os agentes descobriram planos para me matar, inicialmente com oferta de US$100 mil.' No dia 26 de junho, o jornal paraguaio Lá Nación informou que a cotação do juiz no mercado do crime encomendado havia subido para US$ 300 mil. 'Estou valorizado', brincou. Ele recebeu um carro com blindagem para tiros de fuzil AR-15 e passou a andar escoltado.
Para preservar a família, mudou-se para o quartel do Exército e em seguida para um hotel. Há duas semanas, decidiu transformar o prédio do Fórum Federal em casa. 'No hotel, a escolta chamava muito a atenção e dava despesa para a PF.' É o único caso de juiz que vive confinado no Brasil. A sala de despachos de Oliveira virou quarto de dormir. No armário de madeira, antes abarrotado de processos, estão colchonete, roupas de cama e objetos de uso pessoal. O banheiro privativo ganhou chuveiro. A família - mulher, filho e duas filhas, que ia mudar para Ponta Porã, teve de continuar em Campo Grande. O juiz só vai para casa a cada 15 dias, com seguranças. Oliveira teve de abrir mão dos restaurantes e almoça um marmitex, comprado em locais estratégicos, porque o juiz já foi ameaçado de envenenamento. O jantar é feito ali mesmo. Entre um processo e outro, toma um suco ou come uma fruta. 'Sozinho, não me arrisco a sair nem na calçada..'

Uma sala de audiências virou dormitório, com três beliches e televisão. Quando o juiz precisa cortar o cabelo, veste colete à prova de bala e sai com a escolta. 'Estou aqui há um ano e nem conheço a cidade.' Na última ida a um shopping, foi abordado por um traficante. Os agentes tiveram de intervir. Hora extra. Azar do tráfico que o juiz tenha de ficar recluso. Acostumado a deitar cedo e levantar de madrugada, ele preenche o tempo com trabalho. De seu 'bunker', auxiliado por funcionários que trabalham até alta noite, vai disparando sentenças. Como a que condenou o mega traficante Erineu Domingos Soligo, o Pingo, a 26 anos e 4 meses de reclusão, mais multa de R$ 285 mil e o confisco de R$ 2,4 milhões resultantes de lavagem de dinheiro, além da perda de duas fazendas, dois terrenos e todo o gado. Carlos Pavão Espíndola foi condenado a 10 anos de prisão e multa de R$ 28,6 mil. Os irmãos , condenados respectivamente a 21 anos de reclusão e multa de R$78,5 mil e 16 anos de reclusão, mais multa de R$56 mil, perderam três fazendas. O mega traficante Carlos Alberto da Silva Duro pegou 11 anos, multa de R$82,3 mil e perdeu R$ 733 mil, três terrenos e uma caminhonete. Aldo José Marques Brandão pegou 27 anos, mais multa de R$ 272 mil, e teve confiscados R$ 875 mil e uma fazenda.

d:4.3890492906@web39707.mail.mud.yahoo.com
 
Doze réus foram extraditados do Paraguai a pedido do juiz, inclusive o 'rei da soja' no país vizinho, Odacir Antonio Dametto, e Sandro Mendonça do Nascimento, braço direito do traficante Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar. 'As autoridades paraguaias passaram a colaborar porque estão vendo os criminosos serem condenados.' O juiz não se intimida com as ameaças e não se rende a apelos da família, que quer vê-lo longe desse barril de pólvora. Ele é titular de uma vara em Campo Grande e poderia ser transferido, mas acha 'dever de ofício' enfrentar o narcotráfico. 'Quem traz mais danos à sociedade é mega traficante. Não posso ignorar isso e prender só mulas (pequenos traficantes) em troca de dormir tranqüilo e andar sem segurança.' 
 

ESTE MERECE NOSSOS APLAUSOS!

POR ACASO A MÍDIA NOTICIOU ESSA BRAVURA QUE O BRASIL PRECISA SABER?
POR FAVOR, FAÇA A SUA PARTE!


DIVULGUE O MÁXIMO QUE PUDER!!!
 




--
geraldo mota
http://geraldomotacoelho.blogspot.com/

sábado, 14 de novembro de 2009

DÊ UMA LINDA VOLTA AO MUNDO...


 

O INCRÍVEL X-47B

video

                   Este avião, em término de testes pelos Estados Unidos, é o que há de mais avançado no mundo, com uma característica inédita: CAÇA-BOMBARDEIRO, SEM PILOTO, que opera em qualquer tempo e lugar. Sua velocidade está em torno de 3.600 KM/H. Assista os dois vídeos.

TORCIDA PELA VIDA

video
PARA FABRÍCIA:
Parabéns pelo seu aniversário!


geraldo mota e família
http://geraldomotacoelho.blogspot.com/

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Tostão, ex-jogador de futebol

From: Vania Beatriz Alves de Morais <vanba_morais@yahoo.com.br>
Date: 2009/11/12
Subject: Res: Tostão, ex-jogador de futebol
To: GERALDO MOTA <geraldomotacoelho@gmail.com>, José Pinheiro Neto <jptneto@uai.com.br>


É,
 
Quem tem consciência, tem...
Quem não tem, não pode pedir emprestado, nem pode comprar...!
Por isso!
PARABÉNS TOSTÃO
 
Esse apelido não condiz com o valor que você tem, como representante do Brasil!
Nem como formador de opinião...!
 
Mas, exprime a humildade de um cidadão que sempre mereceu os louros da fama!E continua a merecer o nosso carinho, nossa atenção e nosso respeito, pelo HOMEM respeitado e imitado no mundo inteiro! E também pelo HOMEM coerente, consciente, integro e honesto que se tornou! 

 

REVERENCIO

 

Um forte abraço

Vania Beatriz




De: GERALDO MOTA <geraldomotacoelho@gmail.com>
Para: BLOG DE LALAU MOTA <geraldomotacoelho.blog@blogger.com>
Enviadas: Quarta-feira, 11 de Novembro de 2009 23:42:29
Assunto: Tostão, ex-jogador de futebol

O texto abaixo foi escrito por TOSTÃO, ex-jogador de futebol, comentarista esportivo, escritor e médico, e foi publicado em vários jornais do Brasil: 

"Na semana passada, ao chegar de férias, soube, sem ainda saber detalhes, que o governo federal vai premiar, com um pouco mais de R$ 400 mil, cada um dos campeões do mundo, pelo Brasil, em todas as Copas.

Não há razão para isso. Podem tirar meu nome da lista, mesmo sabendo que preciso trabalhar durante anos para ganhar essa quantia.

O governo não pode distribuir dinheiro público. Se fosse assim, os campeões de outros esportes teriam o mesmo direito. E os atletas que não foram campeões do mundo, mas que lutaram da mesma forma? Além disso, todos os campeões foram premiados pelos títulos. Após a Copa de 1970, recebemos um bom dinheiro, de acordo com os valores de referência da época..

O que precisa ser feito pelo governo, CBF e clubes por onde atuaram esses atletas é ajudar os que passam por grandes dificuldades, além de criar e aprimorar leis de proteção aos jogadores e suas famílias, como pensões e aposentadorias.

É necessário ainda preparar os atletas em atividade para o futuro, para terem condições técnicas e emocionais de exercer outras atividades.

A vida é curta, e a dos atletas, mais ainda.

Alguns vão lembrar e criticar que recebi, junto com os campeões de 1970, um carro Fusca da prefeitura de São Paulo. Na época, o prefeito era Paulo Maluf. Se tivesse a consciência que tenho hoje, não aceitaria.

Tinha 23 anos, estava eufórico e achava que era uma grande homenagem.

Ainda bem que a justiça obrigou o prefeito a devolver aos cofres públicos, com o próprio dinheiro, o valor para a compra dos carros.

Não foi o único erro que cometi na vida. Sou apenas um cidadão que tenta ser justo e correto. É minha obrigação."
                                                        Tostão 



Veja quais são os assuntos do momento no Yahoo! + Buscados: Top 10 - Celebridades - Música - Esportes



--
geraldo mota
http://geraldomotacoelho.blogspot.com/

TICO-TICO NO FUBÁ: MAGNÍFICO

video

QUEM SABE, SABE!!!

--
geraldo mota
http://geraldomotacoelho.blogspot.com/

Como se Tratava casos de Estupro em 1833

"DURA LEX, SED LEX!"

--
geraldo mota
http://geraldomotacoelho.blogspot.com/

APAGÃO TAMBÉM É CULTURA - EXPLICAÇÕES

From: Jose Mota Santos <jmotasantos@uol.com.br>
Date: 2009/11/12
Subject: APAGÃO TAMBÉM É CULTURA - EXPLICAÇÕES
To: "Undisclosed-Recipient:;"@smtp.uol.com.br


        APAGÃO TAMBÉM É CULTURA
 
Prezados,
 
Diante da contenda entre o governo Lula-Lá (presidente viajante) e a dita oposição formada pelos órfãos do DESgoverno FHC que insistem em "botar" a culpa no velho Pedro (já caduco), resolvi consultar o "Tunico Sargento" e a "velhina de Taubaté", que conhecem mais de eletricidade, raios e trovão, que o ministro Lobão e o próprio Benjamin Franklin.
   
De pronto me responderam e levantaram três hipóteses: 
   
 1. defeito na rebimboca da parafuseta;
   
 2. como o ministro das minas e energia (lobão) e seus assessores liam a apostilha e não entendiam bulufas sobre volts, watts, voltagem, amperagem, amperes,corrente, potência, sairam do gabinete deixando aviso para o estagiário:"quando sair apaga a luz";
    
 3.culpa do famoso "mordomo" de Agatha Christie.
 
EU/jms   



--
geraldo mota
http://geraldomotacoelho.blogspot.com/

Fwd: Titane e o Campo das Vertentes em Brumadinho neste sábado






Veja quais são os assuntos do momento no Yahoo! + Buscados: Top 10 - Celebridades - Música - Esportes



--
geraldo mota
http://geraldomotacoelho.blogspot.com/

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

IMPRESSIONANTE!!!!


A RAINHA DA INGLATERRA SOBREVIVE A 11 PRESIDENTES DOS EE.UU.!


E, pelo andar de sua linda carruagem, ainda haverá de comer muitos sacos de feijão a custa de seus felizes súditos. Embora seja aquela que "reina mas não governa", terá ainda, por muito tempo, o respeito e o carinho de todas as nações civilizadas do mundo, inclusive por parte do Papa que atualmente está cogitando de estabelecer uma nova aliança entre a Igreja Católica e a Anglicana, da qual é ela a maior lider.

geraldo mota
http://geraldomotacoelho.blogspot.com/

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Tostão, ex-jogador de futebol



O texto abaixo foi escrito por TOSTÃO, ex-jogador de futebol, comentarista esportivo, escritor e médico, e foi publicado em vários jornais do Brasil:

"Na semana passada, ao chegar de férias, soube, sem ainda saber detalhes, que o governo federal vai premiar, com um pouco mais de R$ 400 mil, cada um dos campeões do mundo, pelo Brasil, em todas as Copas.

Não há razão para isso. Podem tirar meu nome da lista, mesmo sabendo que preciso trabalhar durante anos para ganhar essa quantia.

O governo não pode distribuir dinheiro público. Se fosse assim, os campeões de outros esportes teriam o mesmo direito. E os atletas que não foram campeões do mundo, mas que lutaram da mesma forma? Além disso, todos os campeões foram premiados pelos títulos. Após a Copa de 1970, recebemos um bom dinheiro, de acordo com os valores de referência da época..

O que precisa ser feito pelo governo, CBF e clubes por onde atuaram esses atletas é ajudar os que passam por grandes dificuldades, além de criar e aprimorar leis de proteção aos jogadores e suas famílias, como pensões e aposentadorias.

É necessário ainda preparar os atletas em atividade para o futuro, para terem condições técnicas e emocionais de exercer outras atividades.

A vida é curta, e a dos atletas, mais ainda.

Alguns vão lembrar e criticar que recebi, junto com os campeões de 1970, um carro Fusca da prefeitura de São Paulo. Na época, o prefeito era Paulo Maluf. Se tivesse a consciência que tenho hoje, não aceitaria.

Tinha 23 anos, estava eufórico e achava que era uma grande homenagem.

Ainda bem que a justiça obrigou o prefeito a devolver aos cofres públicos, com o próprio dinheiro, o valor para a compra dos carros.

Não foi o único erro que cometi na vida. Sou apenas um cidadão que tenta ser justo e correto. É minha obrigação."
Tostão





geraldo mota
http://geraldomotacoelho.blogspot.com/

O que é globalização - definição pós-moderna


                   Amigo, temos que nos atualizar e ficar sempre atentos para procedermos qualquer análise de um fato ou situação. 
 

QUAL SERIA A DEFINIÇÃO CORRETA DO TERMO "PÓS - MODERNA"?  

Qual é a mais correta definição de Globalização?

Resposta: 
A Morte da Princesa Diana.
 
Pergunta: 
Por quê?

Resposta: 
Uma princesa inglesa com um namorado egípcio, tem um acidente de carro dentro de um túnel francês, num carro alemão com motor holandês, conduzido por um belga, bêbado de whisky escocês, que era seguido por paparazzis italianos, em motos japonesas. A princesa foi tratada por um médico americano, que usou medicamentos brasileiros.
E isto é enviado a você por um brasileiro, usando tecnologia americana (Bill Gates), e, provavelmente, você está lendo isso em um computador genérico que usa chips feitos em Taiwan, e um monitor coreano montado  por trabalhadores de Bangladesh, numa fábrica de Singapura, transportado em caminhões conduzidos por indianos, roubados por indonésios,descarregados por pescadores sicilianos, reempacotados por mexicanos e, finalmente, vendido a você por judeus, através de uma conexão paraguaia.

Isto é, caros amigos, GLOBALIZAÇÃO!

 


geraldo mota
http://geraldomotacoelho.blogspot.com/

SER IGNORADO: uma das piores sensações

TESE DE MESTRADO NA USP por um PSICÓLOGO

'O HOMEM TORNA-SE TUDO OU NADA, CONFORME A EDUCAÇÃO QUE RECEBE'

'Fingi ser gari por 8 anos e vivi como um ser invisível'

Psicólogo varreu as ruas da USP para concluir sua tese de mestrado da invisibilidade pública'. Ele comprovou que, em geral, as pessoas enxergam apenas a função social do outro. Quem não está bem posicionado sob esse critério, vira mera sombra social.

Plínio Delphino, Diário de São Paulo.

O psicólogo social Fernando Braga da Costa vestiu uniforme e trabalhou oito anos como gari, varrendo ruas da Universidade de São Paulo. Ali, constatou que, ao olhar da maioria, os trabalhadores braçais são 'seres invisíveis, sem nome'. Em sua tese de mestrado, pela USP, conseguiu comprovar a existência da 'invisibilidade pública', ou seja, uma percepção humana totalmente prejudicada e condicionada à divisão
social do trabalho, onde enxerga-se somente a função e não a pessoa.

Braga trabalhava apenas meio período como gari, não recebia o salário de R$ 400 como os colegas de vassoura, mas garante que teve a maior lição de sua vida:

'Descobri que um simples bom dia, que nunca recebi como gari, pode significar um sopro de vida, um sinal da própria existência', explica o pesquisador.

O psicólogo sentiu na pele o que é ser tratado como um objeto e não como um ser humano. 'Professores que me abraçavam nos corredores da USP passavam por mim, não me reconheciam por causa do uniforme. Às vezes, esbarravam no meu ombro e, sem ao menos pedir desculpas, seguiam me ignorando, como se tivessem encostado em um poste, ou em um orelhão', diz.
No primeiro dia de trabalho paramos pro café. Eles colocaram uma garrafa térmica sobre uma plataforma de concreto. Só que não tinha caneca. Havia um clima estranho no ar, eu era um sujeito vindo de outra classe, varrendo rua com eles. Os garis mal conversavam comigo, alguns se aproximavam para ensinar o serviço. Um deles foi até o latão de lixo pegou duas latinhas de refrigerante cortou as latinhas pela metade e serviu o café ali, na latinha suja e grudenta. E como a gente estava num grupo grande, esperei que eles se servissem primeiro. Eu nunca apreciei o sabor do café. Mas, intuitivamente, senti que deveria tomá-lo, e claro, não livre de sensações ruins. Afinal, o cara tirou as latinhas de refrigerante de dentro de uma lixeira, que tem sujeira, tem formiga, tem barata, tem de tudo. No momento em que empunhei a caneca improvisada, parece que todo mundo parou para assistir à cena, como se perguntasse:
'E aí, o jovem rico vai se sujeitar a beber nessa caneca?' E eu bebi.
Imediatamente a ansiedade parece que evaporou. Eles passaram a conversar comigo, a contar piada, brincar.

O que você sentiu na pele, trabalhando como gari?
Uma vez, um dos garis me convidou pra almoçar no bandejão central. Aí eu entrei no Instituto de Psicologia para pegar dinheiro, passei pelo andar térreo, subi escada, passei pelo segundo andar, passei na biblioteca, desci a escada, passei em frente ao centro acadêmico, passei em frente a lanchonete, tinha muita gente conhecida. Eu fiz todo esse trajeto e ninguém em absoluto me viu. Eu tive uma sensação muito ruim. O meu corpo tremia como se eu não o dominasse, uma angustia, e a tampa da cabeça era como se ardesse, como se eu tivesse sido sugado. Fui almoçar, não senti o gosto da comida e voltei para o trabalho atordoado.

E depois de oito anos trabalhando como gari? Isso mudou?
Fui me habituando a isso, assim como eles vão se habituando também a situações pouco saudáveis. Então, quando eu via um professor se aproximando - professor meu - até parava de varrer, porque ele ia passar por mim, podia trocar uma idéia, mas o pessoal passava como se tivesse passando por um poste, uma árvore, um orelhão.

E quando você volta para casa, para seu mundo real?

Eu choro. É muito triste, porque, a partir do instante em que você está inserido nessa condição psicossocial, não se esquece jamais. Acredito que essa experiência me deixou curado da minha doença burguesa. Esses homens hoje são meus amigos. Conheço a família deles, freqüento a casa deles nas periferias. Mudei. Nunca deixo de cumprimentar um trabalhador. Faço questão de o trabalhador saber que eu sei que ele existe. Eles são tratados pior do que um animal doméstico, que sempre é chamado pelo nome. São tratados como se fossem uma 'COISA'.

*Ser IGNORADO é uma das piores sensações que existem na vida!

Geraldo mota
http://geraldomotacoelho.blogspot.com/

E A DILMA, GANHA OU NÃO GANHA?


Planalto quer implantar o Bolsa-Celular








O governo promete mais uma bondade para turbinar a pré-candidatura presidencial da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff (PT).
-
Vem aí o Bolsa-Celular, cuja meta é distribuir gratuitamente 11 milhões de aparelhos de telefones celulares pré-pagos às famílias beneficiárias do principal projeto de transferência de renda do governo, o Bolsa-Família.
-
A ideia já foi apresentada pelo ministro das Comunicações, Hélio Costa (PMDB), ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
-
O anúncio público da iniciativa foi feito terça-feira por Costa depois de uma reunião com empresas de telefonia para tratar da expansão da banda larga no país.
-
Apesar de não ter cravado uma data para implantação do Bolsa-Celular, o ministro explicou que os 11 milhões de pré-pagos receberiam um bônus mensal de R$ 7.
-
A distribuição dos aparelhos custaria em torno de R$ 2 bilhões, que seriam investidos em dois anos. O custo, segundo Costa, seria compensado com o não recolhimento do Fundo de Fiscalização das Telecomunicações (Fistel) sobre os aparelhos.
-
Segundo Costa, já há aprovação do projeto dentro do governo e por parte das empresas. O presidente Lula gostou da ideia e a empresa TIM já aceitou fazer parte do projeto.
-
O governo está negociando com a Claro e com a Oi. A Vivo informou que vê com interesse qualquer proposta que beneficie a universalização do acesso às telecomunicações móveis no Brasil, desde que sempre considerada a sustentabilidade econômica do setor.
-
A desoneração tributária é uma boa forma de se estabelecer esse equilíbrio, segundo a empresa.
-
Atualmente, cada operadora reserva, por ano, R$ 13,42 para o Fistel para cada celular em funcionamento e outros R$ 26,83 na habilitação de uma linha. Se tirado do papel, o Bolsa-Celular será mais um trunfo a ser usado por Lula na campanha para eleger Dilma em 2010.
-
Para o próximo ano, estão previstos, por exemplo, reajustes no valor do Bolsa-Família, âncora dos altos índices de aprovação popular do governo e do presidente, e das aposentadorias e pensões acima de um salário mínimo pagas pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).
-
O Planalto também aposta no Programa Minha casa, minha vida, cujo objetivo é construir 1 milhão de moradias populares. Segundo a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), cerca de 700 mil residências estarão em construção em julho de 2010, a três meses da votação.
-
É esse cenário que contribui para o otimismo de Lula e Dilma.
Fonte: portal uai.





SEQUESTRO NA CHINA SE RESOLVE ASSIM:

Sequestradores, pedófilos, estrupadores, traficantes de drogas e de animais silvestres deveriam ser punidos da forma do anexo.

Exigências do seqüestrador para libertar um refém na China:

 'Tenho 3 exigências ou mato o rapaz!'
 

 
Negociadores chegam ao local pela janela ao lado para cumprir as exigências.
 

 Negociador em posição  

 Inicio das negociações 
   

 Negociações concluídas
   

Caso encerrado

 

No Brasil a rua seria fechada com 25 viaturas,  
60 PMs despreparados, 
a negociação duraria  100  horas junto com toda imprensa
+ BABACAS dos   Direitos humanos para bandidos,  
o preso se entregaria como herói, custaria milhões para ter  um julgamento,
cama, comida e boa vida na cadeia por muitos anos pagos por nós.  

Entendeu por quê os produtos dos chineses são mais baratos que os nossos?

Repassem por favor,a todos de sua caixa de endereços.




--
geraldo mota
http://geraldomotacoelho.blogspot.com/

Tragam esse cara para o Brasil!..........

Bandido não pode ser tratado como se fosse turista. Se houvesse um programa carcerário mais rigoroso não haveria níveis de criminalidade como os verificados aqui no Brasil, onde presos têm mais regalias que a maioria dos cidadãos trabalhadores. Isto não pode continuar e o modelo a que se refere o arquivo em anexo bem que poderia ser adotado em nossas cidades, principalmente no interior onde vem crescendo o número de delinquentes.


Esse é o xerifão!!!!!!


Tragam esse cara para o Brasil!!!

 
ESSE É O CARA

[]


Joe Arpaio é o xerife do Condado de Maricopa no Arizona já há bastante tempo e continua sendo re-eleito a cada nova eleição.

Ele criou a 'cadeia-acampamento', que são várias tendas de lona, cercadas por arame farpado e vigiado por guardas como numa prisão normal.


[]

Baixou os custos da refeição para 40 centavos de dólar que os detentos, inclusive, têm de pagar..

Proibiu fumar, não permite a circulação de revistas pornográficas dentro da prisão e nem permite que os detentos pratiquem halterofilismo.

Começou a montar equipes de detentos que, acorrentados uns aos outros, (chain gangs), são levados à cidade para prestarem serviços para a comunidade e trabalhar nos projetos do condado.

Para não ser processado por discriminação racial, começou a montar equipes de detentas também, nos mesmos moldes das equipes de detentos.


[]

Cortou a TV a cabo dos detentos, mas quando soube que TV a cabo nas prisões era uma determinação judicial, religou, mas só entra o canal do Tempo e da Disney.

Quando perguntado por que o canal do tempo, respondeu que era para os detentos saberem que temperatura vão enfrentar durante o dia quando estiverem prestando serviço na comunidade, trabalhando nas estradas, construções, etc.

Em 1994, cortou o café, alegando que além do baixo valor nutritivo, estava protegendo os próprios detentos e os guardas que já haviam sido atacados com café quente por outros detentos, sem falar na economia aos cofres públicos de quase US$ 100,000.00/ano.

Quando os detentos reclamaram, ele respondeu:
- Isto aqui não é hotel 5 estrelas e se vocês não gostam, comportem-se como homens e não voltem mais.

Distribuiu uma série de vídeos religiosos aos prisioneiros e não permite quaisquer outros tipos de vídeo na prisão.

Perguntado se não teria alguns vídeos com o programa do partido democrata para distribuir aos detentos, respondeu que nem se tivesse, pois provavelmente essa era a causa da maioria dos presos ali estarem.

Com a temperatura batendo recordes a cada semana, uma agência de notícias publicou:

Com a temperatura atingindo 116º F (47º C), em Phoenix no Arizona, mais de 2000 detentos na prisão acampamento de Maricopa tiveram permissão de tirar o uniforme da prisão e ficar só de shorts, (cor-de-rosa), que os detentos recebem do governo.


[]

Na última quarta feira, centenas de detentos estavam recolhidos às barracas, aonde a temperatura chegou a atingir a marca de 138º F (60º C).

Muitos com toalhas cor de rosa enroladas no pescoço estavam completamente encharcados de suor. Parece que a gente está dentro de um forno, disse James Zanzot que cumpriu pena nessas tendas por um ano.

Joe Arpaio, o xerife durão que inventou a prisão-acampamento, faz com que os detentos usem uniformes cor-de-rosa e não faz questão alguma de parecer simpático.

Diz ele aos detentos:
- Nossos soldados estão no Iraque onde a temperatura atinge 120° F (50° C), vivem em tendas iguais a vocês, e ainda tem de usar fardamento, botinas, carregar todo o equipamento de soldado e, além de tudo, não cometeram crime algum como vocês, portanto calem a boca e parem de reclamar.

Se houvessem mais prisões como essa, talvez o número de criminosos e reincidentes diminuísse consideravelmente.

Criminosos têm de ser punidos pelos crimes que cometeram e não serem tratados a pão-de-ló, tendo do bom e melhor, até serem soltos pra voltar a cometer os mesmos crimes e voltar para a vida na prisão, cheia de regalias e reivindicações.

Muitos cidadãos honestos, cumpridores da lei, e pagadores de impostos não tem, por vezes, as mesmas regalias que esses bandidos têm na prisão.

(*) Artigo extraído e traduzido de um documentário da televisão Americana ...
Os fatos acima são verídicos e a prisão-acampamento está em Maricopa - Arizona .


Ajude a divulgar, se achar que a idéia é boa!!!




--
geraldo mota
http://geraldomotacoelho.blogspot.com/

CONFIRA AQUI OS LIVROS DE MINHA BIBLIOTECA FÍSICA

Cursos Online é Cursos 24 Horas

LIVROS RECOMENDADOS

  • ANÁLISES DE CONJUNTURA: Globalização e o Segundo Governo FHC - (José Eustáquio Diniz Alves /Fábio Faversani)
  • ARTE SACRA - BERÇO DA ARTE BRASILEIRA (EDUARDO ETZEL)
  • AS FORÇAS MORAIS - (José Ingenieros)
  • CONTOS - (Voltaire)
  • DICIONÁRIO DE FANADÊS - Carlos Mota
  • DOM QUIXOTE DE LA MANCHA - (Cervantes)
  • ESPLÊNDIDOS FRUTOS DE UMA BANDEIRA VENTUROSA - (Demósthenes César Jr./ Waldemar Cesar Santos)
  • EU E MARILYN MONROE & O OUTRO- CARLOS MOTA
  • FRAGMETOS - (Glac Coura)
  • HISTÓRIAS DA TERRA MINEIRA - (Prof. Carlos Góes)
  • http://www.strategosaristides.com/2010/12/cronicas-do-mato.html
  • IDAS E VINDAS - (Rosarinha Coelho)
  • MOSÁICO - (Glac Coura)
  • O CAMINHANTE - (José Transfiguração Figueirêdo)
  • O DIA EM QUE O CAPETA DESCEU NA CIDADE DE MINAS NOVAS - (João Grilo do Meio do Fanado)
  • O MITO DO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO - (Celso Furtado)
  • O NOME DA ROSA - (Umberto Eco)
  • O PRÍNCIPE - (Maquiavel)
  • O SEGREDO É SER FELIZ - ROBERTO SHINYASHIKI

ORIGEM DOS ACESSOS PELO MUNDO

Arquivo do blog