terça-feira, 31 de março de 2015

PIMENTEL, o pimpolho da DILMA.


Fernando Pimentel e contratos secretos com ditadores

https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=SnH8lYxcmlc


--
ACESSE o BLOG DE GERALDO MOTA
 

segunda-feira, 30 de março de 2015

O INIMIGO PÚBLICO NÚMERO 1

 

 

 

O BRASIL TEM SAÍDA PELO VOTO E ELEIÇÕES?

NUNCA. SEM CHANCE.

EM ELEIÇÃO, A MAIORIA DOS BRASILEIROS

DERRAPA PARA A INSENSATEZ,

SEM MEDO DE SER FELIZ  E COM VONTADE 

FIRME DE QUE NADA MUDE.

 

Renzo Sansoni

 

 

 

sexta-feira, 27 de março de 2015

VÍDEO DE POLÍTICOS: CHEGAMOS AO LIMITE MÁXIMO DO RIDÍCULO.



 POBRE DEMOCRACIA BRASILEIRA.

VEJA A QUE PONTO CHEGAMOS, ATÉ NO HUMOR...
E O PIOR É QUE NÃO SOBRA NINGUÉM. ESTÁ TUDO DOMINADO, CONTAMINADO, APODRECIDO... 

terça-feira, 24 de março de 2015

A CORRUPÇÃO É NOJENTA E FEDE: DIZ O PAPA FRANCISCO...

“A CORRUPÇÃO FEDE” DIZ PAPA FRANCISCO




papa napoles
Depois da “Pequena Súplica” feita a Nossa Senhora do Rosário, no Santuário de Pompeia, Francisco se deslocou, de helicóptero, para Scampia, na periferia de Nápoles, onde, na Praça João Paulo II, manteve um encontro com a população local e com diversas categorias sociais.

 Em seu caloroso discurso, o Papa tratou de temas cruciais, como a migração, o trabalho e a corrupção. Sobre a corrupção, ele foi categórico: “A corrupção fede. Uma sociedade corrupta fede. Um cristão que deixa a corrupção entrar dentro de si, não é cristão, mas fede. Entenderam?”

AGOSTINHO DA SILVA SILVEIRA


Publicado, originalmente, neste mesmo blog. na quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009:




AS "LOUCURAS" DO DR. FUNCHO


Dr. Agostinho da Silva Silveira era um médico, clínico geral que se dizia sanitarista. Gostava de morar sozinho e às vezes se isolar em seu sítio, mas não era um misantropo, sendo, isto sim, extravagante e muito cheio de manias. Residia só, em seu sobrado na Rua Direita, debaixo do qual, ao rés-do-chão ficavam o seu consultório e, ao lado, a Farmácia São Jorge, comandada pelo jovem Neném de Agenor. Além do Posto de Saúde, do Ginásio Minas Novas e do CRAMN, dedicava-se com paixão ao sítio do Funchal onde cuidava de galinhas, flores, pomar e de uma imensa horta. Trajava sempre, durante o dia o seu jaleco característico, impecavelmente branco, sobre um terno de linho pérola, tudo muito bem engomado e, à noite, preferia ternos azuis-marinho com gravatas vermelhas, das quais tinha uma coleção e, aquelas de cores variadas, as compartilhava com os amigos que freqüentavam o seu clube. 

Tudo em sua casa era disposto em seus devidos lugares e as pessoas que o serviam, como empregados, desdobravam-se para cumprir à risca as suas ordens, mas eram por ele valorizadas ao extremo, apesar do rigor de sua disciplina. Toda manhã, dirigindo seu jeep 1951, verde-madrepérola e equipadíssimo, que somente ele dirigia, saia distribuindo de graça as suas hortaliças, entregando-as nas casas que ele escolhia aleatoriamente. Gostava de música e, apesar de não saber tocar nem pandeiro, tinha em casa uma completa orquestra com banjo, cavaquinho, violão elétrico, trombone, saxofones, clarinetas, pistons, acordeons, guitarras, além de uma parafernália de bateria com todos os instrumentos de percussão necessários a uma boa escola de samba. Era aficcionado por dobrados, dolentes valsas, pelas gravações do Glenn Müller e se extasiava ouvindo as baladas de Billy Vaughn (Richard “Billy” Vaughn -12 de abril de 1919 - 26 de setembro de 1991- foi um cantor e multi-instrumentista, e orquestra líder) cujos hits os colocava no ar, invariavelmente a todo volume, fazendo-se escutar por toda a cidade através de seu potente serviço de auto-falantes, cujas cornetas ficavam sobre a cumeeira do sobrado, isto a qualquer hora do dia ou da noite, pelo tempo que lhe desse na telha. 

Mandava seus recados, às vezes atrevidos, pelo microfone e diariamente, às 18 horas ele anunciava a "hora do ângelus" quando rezava a ave-maria, mas adaptando essa tradicional oração de forma a denunciar algum fato, para reclamar de alguma situação ou criticar o que ele achava que estava errado. Desta forma, por exemplo, que ele, às vezes indignado com a má atuação de algum jogador de seu time de futebol – o "Giminesc" – era assim que ele rezava;

-"Ave-Maria ... Ave-Maria cheia de ... cheia de que nada ... eu é que estou cheio desses incompetentes, desses pernas-de-pau que só sabem ficar na esbórnea durante a semana para depois poder fazer o papelão igual ao que fez o molecote JADIR no jogo de ontem, enterrando o nosso time. Isto é um absurdo... Ave Maria desses ingratos... Me perdoe, Nossa Senhora, Mãe de Jesus ... mas Ave Maria, digo eu, de esperar alguma coisa dessa gentinha... Ave Maria, minha doce Mãe, de certas amizades. Ave Maria dessas marias-vão-com-as-outras que existem aqui em Minas Novas ... Ave Maria dessas marias-sem-vergonhas que já saem da igreja futricando e falando mal das ouras Marias... Ave Maria, digo eu, dessa tropa de Marias que não têm o que fazer e ficam na porta da rua falando da vida alheia ... Ave Maria .... Ave Maria ... Arre... Arre... amém... amém... ai meu Deus .. tenha dó, ó Badaró.. vou acabar é indo pra Maceió ou então pro xilindró ... é funcho puro! É funcho puro ...ó, ó, ó ... amém e cruz-credo, meu caro amigo "seu" Dodó...

"Vamos agora ouvir "Luar de Vila Sônia" e depois, ouviremos "La Paloma" com "bi-li-von-angue" ou bilivougue ou "bil-li-vau gui-ú ou do jeito que vocês quiserem pronunciar, mas o disco é meu, comprei com meu dinheiro, pronuncio do jeito que eu quiser, pois ninguém tem nada a ver com a minha vida, obrigado e boa noite. E alô-alô Manoelzinho do Bar, que daqui vejo fazendo seus picolés, deixando os copos sem lavar e no balcão uma colher, mande-me trazer aqui uma Malzebier bem gelada pois o Dr. Vicente aqui acabou de chegar. Em nossos estúdios a agradável figura do mestre, professor, doutor Vicente Mário Silva, nosso maior matemático de todos os tempos. Depois eu passo aí, Mané Porreta, para poder lhe pagar, pois não gosto de ficar devendo ninguém mais pobre do que eu ..."

"Hoje estamos comemorando o aniversário de Sebastião Martins, o nosso querido seresteiro "Tião Gato", oh meu Deus, prezado Gato, você já está na hora de arrumar uma noiva e se casar... Olhe que o tempo passa e o seu pai vai acabar é ficando sem um neto. Tome vergonha na cara, arrume a noiva que o terno você já tem e eu lhe empresto a gravata ..."

"Alô, alô, dona Aurora, lá na Rua do Pequi, cuide aí do nosso campinho de futebol mas não se esqueça de que estou esperando minhas camisas muito bem engomadinhas como somente a senhora sabe delas cuidar. Daqui a pouco vou aí na sua casa buscar minha roupa e poder tomar, com a senhora e a Sinhá, o nosso gostoso chá..."

Minas Novas, naquele tempo, era muito mais carente do que é hoje e o Dr. Agostinho era o único médico, de poucos aparelhos e nenhum recurso técnico, para atender toda a população. Além de não cobrar consultas, o que aliás de nada adiantaria, pois quase ninguém teria dinheiro para pagar, esse médico ainda se via na obrigação de comprar o remédio que ele próprio receitava, "pendurando" a conta na farmácia ao lado – que também era a única da cidade – efetuando o pagamento da conta somente quando conseguia receber sua remuneração de médico na prefeitura. Para economizar, e até mesmo para não correr risco de receitar calmantes e outros remédios controlados, ele prescrevia xaropes e remédios caseiros como banhos e chás, fornecendo ele mesmo as folhas de plantas que ele tinha em sua horta ou de raízes e sementes cujo efeito curativo ele conhecia e dos quais ele mantinha reserva em casa, coletadas no mato da região por ele ou pelos diversos fornecedores, como o popular doido-de-rua de nome Modesto. Dizia o Dr. Funcho que a maior parte da nossa população era constituída de doidos mansos, desparafusados, desmiolados, lelés da cuca, fracos da idéia e, muitos desajustados por conveniência, inclusive ele próprio. E por isto mesmo é que incentivava a todos consumir a infusão de erva-doce ou de capim cidreira, como chá sem a adição de açúcar, no lugar de tomar café e, da mesma forma, mandava servir aos pacientes e às visitas, bem como receitava e recomendava esta bebida para todos os que iam a seu consultório. Era de tal ordem a sua fé neste tratamento que, quando encontrava qualquer dificuldade ou então se via em alguma situação de aperto ou desagrado, ele ficava repetindo, nervosamente, "funcho puro, é funcho puro... é funcho puro .. me trás ai mais funcho.", daí a origem do apelido que lhe colocaram os desafetos.
 
Quanta falta inda faz o Dr. Agostinho em nossa Minas Novas!  

Ah, se houvessem muitos e muitos doidos como ele, que tanta coisa de boa fez por nossa pobre gente...

Que neste carnaval, recordemos daquele saudoso médico, de seu "galo colorido", batendo suas asas de latão, abrindo o bico e acendendo suas luzinhas ou, então, do garboso rei-momo que, durante os dias carnavalescos saiam pelas ruas animando o povo e chamando os foliões para dançarem no salão do CRAMN (Clube Recreativo da Amizade Minas-Novense) naquelas agradáveis folias em que todos eram iguais e podiam, em clima de harmonia e muita animação, brincar, cantar e pular descontraidamente e ao som de seu maravilhoso conjunto musical (vide foto, onde faltam as figuras de Gentil Fernandes, Du de Agenor, Tio Rodolfo, Sargento Leão, Sargento Wagner. Militão, Valtinho de Dona Elisiária Teles e tantos outros bons´músicos que encantavam nossos carnavais de antigamente!...) sem essas baixarias que hoje inundaram o carnaval e, de resto, toda a nossa velha e tão maltrada Cidade do Fanado. 
Na foto: Dr. Agostinho, Eugênio Coelho, Eduardo Correia, Dailson Fernandes, João Batista Alecrim, Gabriel Borges, Álvaro Freire e, ao fundo, o caminhoneiro Antônio Luzia Ferreira (Tótó).


CINQUENTENÁRIO DO GINÁSIO MINAS NOVAS -II



Obrigado Laláu pela lembrança, grande abraço,
Arlindo Maciel

Não é possível que vai passar em "brancas nuvens" o cinquentenário de formatura da primeira turma do histórico GINÁSIO MINAS NOVAS - de gloriosa memória. 

Aos formandos daquela época, os nossos PARABÉNS!!!

--

segunda-feira, 23 de março de 2015

NÃO DEIXE O CERTO PELO DUVIDOSO...






Mosquito brabo




“DEMOCRACIA BRASILEIRA ESTÁ CONTAMINADA”


Em um artigo bastante claro, o jornalista e escritor Marcelo Rubens Paiva explica por que o sistema político brasileiro gera corrupção; "O Estado brasileiro está na mão das doações lícitas e ilícitas. A política brasileira é feita por aqueles que, na maioria, conseguem arrecadar doações legais e ilegais", diz ele

DO SITE BRASIL 247 – O jornalista e escritor Marcelo Rubens Paiva explica claramente, em sua coluna no Estado deste sábado 21, como nasce a corrupção no sistema político brasileiro: por meio das doações às campanhas eleitorais. "No jogo partidário atual, se elege quem tem caixa abastado, grana pra campanha, marqueteiro caro...", exemplifica.

"Portanto, grande parte dos políticos eleitos no Brasil é de ladrões e achacadores diretos ou indiretos", diz ele, acrescentando que "o Estado brasileiro está na mão das doações lícitas e ilícitas. A política brasileira é feita por aqueles que, na maioria, conseguem arrecadar doações legais e ilegais".

"Seu prefeito, governador, senador, deputado federal, estadual e vereador foram eleitos por campanhas que só alcançaram grande visibilidade porque foram financiadas por doações legais e ilegais. O presidente da Câmera e do Senado foram citados na Lava Jato. Sobram poucos", afirma.

Para Rubens Paiva, "a democracia brasileira está contaminada, não é representativa, não é democrática, é um negócio". "A Pátria é no fundo uma oportunidade de negócio. Nem todo político é ladrão. Mas no sistema político eleitoral brasileiro a maioria que se elege é. Matemática pura", conclui.

Leia aqui a íntegra:

Achacadores da Democracia Contaminada


http://cultura.estadao.com.br/noticias/geral,achacadores-da-democracia-contaminada-imp-,1655234

domingo, 22 de março de 2015

impeachment CARLOS HEITOR CONY

Relembrando>
Terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Impeachment

CARLOS HEITOR CONY

Folha de São Paulo

O nome é feio e o significado é mais feio ainda. No entanto, a palavra está sendo falada e escrita, com perigosa insistência, tanto no jornais como nas tevês, na internet, e repetindo Nelson Rodrigues: nos botecos e velórios.

As coisas não estão indo bem para o Brasil nem para dona Dilma. Sou supersticioso e o Paulo Coelho me ensinou a ver ( e a entender) os sinais. Aquele 7 a 1 da Alemanha em cima do Felipão foi mais do que um sinal. Foi advertência, quase um prognóstico.

No momento em que escrevo, o balanço da situação não podia ser mais nefasto, a menos que o Banco do Brasil falisse vergonhosamente. E o Cristo Redentor recolhesse seus braços abertos sobre a Guanabara e nos desse, também vergonhosamente, uma banana. De acordo com a nossa megalomania, seria a maior banana do mundo e da história.

Ainda não chegamos ao fundo do poço mas estamos longe de ver a luz no fim do túnel.

As ameaças aí estão: racionamento de água e energia, escândalos cada vez maiores, crises na saúde e na educação, a volta da velha senhora que atende pelo nome de inflação e, até mesmo, o vinagre em que se meteu o homem que é considerado o mais rico entre os ricos. Para quem perdeu a Luma de Oliveira, perder alguns tostões não é nada.

Quem também perdeu alguma coisa foi dona Dilma, e com ela o próprio PT, que se vendia como uma vestal, um varão de Plutarco. O escândalo do mensalão atingiu Lula, que ficou com a fama de saber tudo.

O escândalo da Petrobras, queiram ou não queiram os milhões de eleitores que votaram nela, também se perguntam se ela não sabia o que ocorria na nossa maior estatal.

Sinceramente, acredito que não. Mas está sendo um descomunal abacaxi, para ela e para o Brasil.








ESTE É O PAÍS DO CARNAVAL!!!


sábado, 21 de março de 2015

CINQUENTENÁRIO DO GINÁSIO MINAS NOVAS


Não é possível que vai passar em "brancas nuvens" o cinquentenário de formatura da primeira turma do histórico GINÁSIO MINAS NOVAS - de gloriosa memória. 

Aos formandos daquela época, os nossos PARABÉNS!!!

--

Eugênio

11:29 (Há 4 horas)
para mim
NÃO VAI PASSAR EM BRANCO.
Vanda América, em Minas Novas e uma comissão em BH, há cerca de 30 dias, já estão cuidando de uma programação que resumidamente:
1. faça uma homenagem a Dr Agostinho, professores e direção do Ginásio Minas Novas que atuaram de 1962 a 1965;
2. relembre os formandos, inclusive os 5 já falecidos;
3. realize baile típico dos anos 60, com músicos locais.
Vários contatos já foram feitos e a programação está em fase de conclusão.
ACEITAMOS SUGESTÕES.
Eugênio
...............


De: geraldomagelamotacoelho@gmail.com
Enviada: Sábado, 21 de Março de 2015 16:32
Para: jeugeniocoelho@bol.com.br
Assunto: [BLOG DE GERALDO MOTA] CINQUENTENÁRIO DO GINÁSIO MINAS NOVAS

sexta-feira, 20 de março de 2015

É BEM ISSO AÍ

 

 

ESTÁ DO JEITO QUE OS EMPOSSADOS

 E EMPOSSANTES  ADORAM:

 

MANIFESTAÇÕES SEM VIOLÊNCIA.

TODO MUNDO BEM COMPORTADINHO.

TOMA LÁ, DÁ CÁ.

TAPINHA NAS COSTAS.

O RENAN COM A MESMA CARINHA DE RENAN.

O EDUARDO CUNHA COM A MESMA CARINHA MAQUIAVÉLICA.

OS DEPUTADOS/SENADORES/VEREADORES SEMPRE

 CHAMANDO UNS AOS OUTROS DE ``SUA EXCELÊNCIA´´.

O POVO EXIGE E ELES APRESENTAM ALGUMAS LEIS OCAS.

FINGEM QUE SÃO SÉRIOS E  RESPONSÁVEIS.

A POPULAÇÃO CONTINUA ACREDITANDO NELES.

 

SÓ QUE A ROUBALHEIRA AVULTA E DEVASTA.

E AÍ, BRASILEIROS DO BEM?

VÃO OU NÃO VÃO MEXER O DOCE

CONTRA ESTA GENTE?

 

Renzo Sansoni

 

PAGAR IMPOSTOS  CADA VEZ MAIORES E DESUMANOS, NESTE  REGIME CORRUPTO, É

O PIOR DE TODOS OS CASTIGOS PARA OS BRASILEIROS HONESTOS.

É CONTRIBUIR PARA ENGORDAR PATRIMÔNIO DE LADRÕES

 EMPOSSADOS E EMPOSSANTES.

quarta-feira, 18 de março de 2015

PT DENUNCIA: "Espionagem"

Só mesmo um político petista poderia afirmar tal asneira.
O deputado petista Sibá Machado disse que a CIA pode estar por trás das manifestações contra a presidente Dilma Rousseff e o PT.

Sibá tem razão.

A CIA de luz, a CIA de gás, a CIA de telefone…
siba-machado-original
Por uma dessas é que esse partido precisa ser extinto URGENTEMENTE



VOCÊ SE LEMBRA dessa propaganda ???



E AGORA PETISTAS???


 Garanto que já esqueceram do VÍDEO feito pelo PT (duda mendonça), em 2002.

Vídeo feito por Duda Mendonça para a campanha presidencial de 2002. Que coisa!

  

ATENÇÃO: ALERTA DE GRIPE



Gripe

Segundo os jornais, teremos um surto de gripe lá para meados de ABRIL. Assim reenvio esta recomendação/aviso que recebi hoje e que vou seguir escrupulosamente.
O Dr. Vinay Goyal, urgentista reconhecido mundialmente, diretor de um departamento de medicina nuclear, tiroídica e cardíaca pede para você divulgar a mensagem abaixo para o maior número de pessoas possível, a fim de contribuir para minimizar o número de casos da Gripe A, causada pelo vírus H1N1.

"As únicas vias de acesso para o vírus da gripe são as narinas, a boca e a garganta

Em relação a esta epidemia tão vastamente propagada, apesar de todas as precauções, 
é praticamente impossível não estar em contato com portadores do vírus que a promove.

Contudo, alerto para o seguinte: o problema real não é tanto o contato com o vírus, mas 
a sua proliferação. Enquanto estamos em boa saúde e não apresentamos sintomas de infecção da gripe A (H1N1), há precauções a serem tomadas para evitar a proliferação 
do vírus, o agravamento dos sintomas e o desenvolvimento das infecções secundárias. Infelizmente, estas precauções, até simples, não são divulgadas suficientemente na maior parte das comunicações oficiais.

Porque será? Por ser barato demais e não haver lucros?

Eis algumas precauções:

1. Como mencionado na maior parte das publicidades, 
lave as mãos frequentemente.

2. Evite, na medida do possível, tocar no rosto com as mãos.

3. Duas vezes por dia, sobretudo quando esteve em contato com outras pessoas, ou quando chegar em casa, faça gargarejos com água morna contendo sal de cozinha. 

Normalmente, demoram 2 a 3 dias entre o momento em que a garganta e as narinas são infectadas e o aparecimento dos sintomas. 
Os gargarejos feitos regularmente podem prevenir a proliferação do vírus. 

De certa maneira, os gargarejos com água salgada têm o mesmo efeito, numa pessoa em estado saudável, que a vacina sobre uma pessoa infectada. 

Não devemos subestimar este método preventivo simples, barato e eficaz. Os vírus não suportam a água morna contendo sais.


4. Ao menos uma vez por dia, à noite, por exemplo, limpe as Narinas com a água morna e sal. Assoe o nariz com vigor, e, em seguida, com um cotonete para ouvidos (ou um pouco de algodão) mergulhado numa solução de água morna com sal, passe nas duas narinas. 

Este é um outro método eficaz para diminuir a propagação do vírus. O uso de potes nasais para limpeza das narinas, contendo água morna e sal de cozinha, é um excelente método para retirar as impurezas que albergam os vírus e bactérias; 
trata-se de um costume milenar, da India.

 5. Reforce o seu sistema imunitário comendo alimentos ricos em vitamina C. 
Se a vitamina C for tomada sob a forma de pastilhas ou comprimidos, assegure-se 
de que contém Zinco, a fim de acelerar a absorção da vit. C.


DICA DE UM LEITOR: EU NÃO TENHO GRIPE JÁ FAZ QUASE 20 ANOS.ISSO É UMA BENÇÃO. 
MAS PODEMOS AJUDAR TAMBÉM.... NORMALMENTE A GRIPE NOS AVISA UNS DOIS 
OU TRÊS DIAS ANTES DE SE INSTALAR COMEÇANDO POR DORES AINDA FRACAS EM NOSSAS ARTICULAÇÕES DOS OMBROS, NUCA ETC... EU TODAS AS VEZES QUE SENTIA ISSO, COMPRAVA UM SACO DE LARANJAS (PODE SER LARANJA LIMA-NÃO É ÁCIDA). 


MAS EU DESCASCO NA HORA, PICO EM PEDAÇOS E COMO COM TUDO, BAGAÇO E AQUELA PELE BRANCA... TUDO FAZ MUITO BEM PARA NOSSO ORGANISMO. COMO O MÁXIMO QUE POSSO...UMAS 4 A 5 LARANJAS... RESULTADO DISSO... HÁ QUASE 20 ANOS NUNCA MAIS TIVE GRIPE... CLARO ME ALIMENTO COM MUITA VERDURA, FRUTAS E LEGUMES... MEU ARROZ E FEIJÃO TAMBÉM ME FAZ MUITO BEM...    

 6. Beba tanto quanto possível bebidas quentes (chás, café, infusões etc.). As bebidas quentes limpam os vírus que podem se encontrar depositados na garganta e em seguida depositam-nos no estômago onde não podem sobreviver, devido o pH local ser ácido, o que evita a sua proliferação."
Amigo (a): Será uma grande contribuição se você fizer chegar esta mensagem ao maior número de pessoas possível. Você prestará um serviço de grande utilidade pública, ajudando no combate desta gripe que já dizimou tantas pessoas.




ABAIXO O GOVERNO DE DILMA... ABAIXO O PODER DE LULA!!!

Constitucional ou inconstitucional, o que o POVO está querendo é a queda desse regime político que aí esta. Não é mais possível continuar esse caos, com a destruição da esperança e a completa derrota da dignidade brasileira. Se não houver uma solução URGENTE no sentido de moralizar o PODER PÚBLICO BRASILEIRO, devolvendo a paz, a tranquilidade, a confiança e a segurança ao povo brasileiro, em breve, ao invés de passeatas de protestos e marchas pacíficas pelas ruas o que teremos será o verdadeiro confronto armado, com as consequências inimagináveis, quando, quem sabe, nem mesmo as FFAA terão poder de controlar. E, nesse terrível momento, que nenhum cidadão de bem deseja, haverá RANGER DE DENTES e não haverá mais tempo para se ficar discutindo o "sexo dos anjos". O QUE É PRECISO, COM A URGÊNCIA QUE O PROBLEMA EXIGE, É UM POSICIONAMENTO CORAJOSO A FAVOR DE UM NOVO RUMO PARA O BRASIL. E, nesse sentido, não será possível continuar com o DESGOVERNO que é a passagem de LULA, DILMA e o PT pela administração nacional.



sábado, 7 de março de 2015

METENDO OS DENTES NA GARGANTA DOS APOSENTADOS

FACADA NAS COSTAS DE
QUEM JÁ SUOU A CAMISA.


Eles decretam lá em Brasília e nós, abaixando a cabeça, pagamos a conta.
 É lícito, é ético, é humano, é aceitável, é justo, é correto que
o cidadão aposentado, depois de 35 anos de contribuição,
 continue pagando IMPOSTO DE RENDA pela aposentadoria?
Os donos desta medida maluca/desumana simplesmente esqueceram
que APOSENTADORIA NÃO É, E NEM NUNCA  SERÁ, RENDA!
Ora, se o cidadão foi, decentemente, aposentado por tempo de serviço,
significa que, naquela ocupação ele NÃO terá, doravante, mais renda.
 Só a aposentadoria, na maioria das vezes pecaminosamente magra e defasada.
 E não é que a turma de lá conseguiu meter os dentes do leão
na garganta dos aposentados!
É um entulho burocrático, perversamente POLÍTICO/ditatorial, e que
só visa engordar a conta de políticos safados,
merecendo ir para o lixo antes mesmo de ter entrado em vigor.
 Pense aí, ò brasileiro do BEM, exacerbe seus neurônios
contras as mazelas deste país,
e não deixe que este roubo consentido, e ilegamente legal,
continue vergastando a turma da terceira idade.


Renzo  Sansoni

DIA INTERNACIONAL DA MULHER

http://www.bocamaldita.com/wp-content/uploads/2015/03/0703-lava-jato-gleisi-miss-petrol%C3%A3o.jpg
  • No BRASIL, apesar das tristes e nefastas figuras de DILMA RUSSELFF, GLEISY HOFMANN, ROSEANA SARNEY, além de outras mulheres também indignas que estão envergonhando a Nação Brasileira, por outro lado temos dezenas de figuras femininas expressivas em nossa história, das quais devemos nos orgulhar,  a exemplo de IRMÃ DULCEDONA SARAH KUBISTCHEK, DONA RUTH CARDOSO e DRA. ZILDA ARNS.
 
Deixemos de lado, portanto, a parte ruim desta data e vamos reviver a nossa história positiva e engrandecedora.
Dra. Zilda Arns
Irmã de Dom Paulo Evaristo Arns, foi também fundadora e coordenadora internacional da Pastoral da Criança1 e da Pastoral da Pessoa Idosa, organismos de ação social da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).
-
Recebeu diversas menções especiais e títulos de cidadã honorária no país. Da mesma forma, à Pastoral da Criança foram concedidos diversos prêmios pelo trabalho que vem sendo desenvolvido desde a sua fundação. Em 2012 numa seleção por um formato internacional,2 Arns foi eleita a 17° maior brasileira de todos os tempos.3
-
Formada em medicina pela UFPR, em 1959, aprofundou-se em saúde pública, pediatria e sanitarismo, visando a salvar crianças pobres da mortalidade infantil, da desnutrição e da violência em seu contexto familiar e comunitário. Compreendendo que a educação revelou-se a melhor forma de combater a maior parte das doenças de fácil prevenção e a marginalidade das crianças, para otimizar a sua ação, desenvolveu uma metodologia própria de multiplicação do conhecimento e da solidariedade entre as famílias mais pobres, baseando-se no milagre bíblico da multiplicação dos dois peixes e cinco pães que saciaram cinco mil pessoas, como narra o Evangelho de São João (Jo 6:1-15).
-
A sua prática diária como médica pediatra do Hospital de Crianças César Pernetta, em Curitiba, e, mais tarde, como diretora de Saúde Materno-Infantil da Secretaria de Saúde do Estado do Paraná, teve como suporte teórico as seguintes especializações:
-
Educação em Saúde Materno-Infantil, na Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (USP);
Saúde Pública para Graduados em Medicina, na Faculdade de Saúde Pública (USP)
Administração de Programas de Saúde Materno-Infantil, pela Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) /Organização Mundial da Saúde (OMS), e Ministério da Saúde
Pediatria Social, na Universidade de Antioquia, em Medellín, Colômbia
-
Sua experiência fez com que, em 1980, fosse convidada pelo Governo do Estado do Paraná a coordenar a campanha de vacinação Sabin, para combater a primeira epidemia de poliomielite, que começou em União da Vitória, criando um método próprio, depois adotado pelo Ministério da Saúde. No mesmo ano, foi também convidada a dirigir o Departamento Materno-Infantil da Secretaria da Saúde do mesmo Estado, quando então instituiu com extraordinário sucesso os programas de planejamento familiar, prevenção do câncer ginecológico, saúde escolar e aleitamento materno.
=
Em 1983, a pedido da CNBB, criou a Pastoral da Criança juntamente com o presidente da CNBB, dom Geraldo Majella, Cardeal Agnelo, Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil , que, à época, era Arcebispo de Londrina. No mesmo ano, deu início à experiência a partir de um projeto-piloto em Florestópolis. Após vinte e cinco anos, a pastoral acompanhou 1 816 261 crianças menores de seis anos e 1 407 743 de famílias pobres em 4060 municípios brasileiros. Neste período, mais de 261 962 voluntários levaram solidariedade e conhecimento sobre saúde, nutrição, educação e cidadania para as comunidades mais pobres, criando condições para que elas se tornem protagonistas de sua própria transformação social.

-
Para multiplicar o saber e a solidariedade, foram criados três instrumentos, utilizados a cada mês:
=
Visita domiciliar às famílias
Dia do Peso, também chamado de Dia da Celebração da Vida
Reunião Mensal para Avaliação e Reflexão
-
Em 2004 recebeu da CNBB outra missão semelhante: fundar e coordenar a Pastoral da Pessoa Idosa. Atualmente mais de cem mil idosos são acompanhados mensalmente por doze mil voluntários de 579 municípios de 141 dioceses de 25 estados brasileiros.
-
Dividia seu tempo entre os compromissos como coordenadora nacional da Pastoral da Pessoa Idosa e coordenadora internacional da Pastoral da Criança e a participação como representante titular da CNBB no Conselho Nacional de Saúde, e como membro do Conselho Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES).
-
Morte
=
Zilda Arns encontrava-se em Porto Príncipe (HAITI), em missão humanitária, para introduzir a Pastoral da Criança no país. No dia 12 de janeiro de 2010, pouco depois de proferir uma palestra para cerca de 15 religiosos de Cuba, o país foi atingido por um violento terremoto. A Dra. Zilda foi uma das vítimas da catástrofe.naquele desafortunado momento em que ela estava discursando, quando as paredes da igreja desabaram. A grande médica e cidadã brasileira estava no último parágrafo do discurso, que ela não chegou a terminar, onde falava da importância de cuidar das crianças "como um bem sagrado", promovendo o respeito a seus direitos e protegendo-os, "tal qual os pássaros cuidam dos seus filhos".

No dia 14 de janeiro, o senador Flávio Arns (PSDB-PR), seu sobrinho, divulgou uma nota sobre as circunstâncias da morte da médica: "A Dra. Zilda estava em uma igreja, onde proferiu uma palestra para cerca de 150 pessoas. Ela já tinha acabado seu discurso e estava conversando com um sacerdote, que queria mais informações sobre o trabalho da Pastoral da Criança. De repente, começou o tremor. O padre que estava conversando com ela deu um passo para o lado e a Dra. Zilda recuou um passo e foi atingida diretamente na cabeça, quando o teto desabou. Ela morreu na hora. A Dra. Zilda não ficou soterrada. O resto do corpo não sofreu ferimentos, somente a cabeça foi atingida. O sacerdote que conversava com ela sobreviveu. Já outros quinze sacerdotes que estavam próximos a ela faleceram".
-
Como forma de preservar a memória de Zilda viva, sua irmã Otília Arns escreveu a obra literária "Zilda Arns: A Trajetória da Médica Missionária" no ano de 2010. A obra possui a história dos antepassados de Zilda, sua biografia e depoimentos de seu familiares.

DONA SARA KUBITSCHEK

Sarah Luísa Lemos Kubitschek de Oliveira
Casamento e filhas
Na sua juventude, ela se apaixonou perdidamente por Juscelino Kubitschek de Oliveira. Porém, quando ele decidiu fazer especialização em urologia na Europa, JK rompeu o noivado e passou a não responder suas cartas. Apesar disso, aconselhada por sua mãe, Sarah resolveu esperá-lo.

No dia 30 de dezembro de 1931, Sarah e Juscelino casaram-se na cidade do Rio de Janeiro. No dia seguinte, comemoraram o casamento no Ano Novo no famoso Hotel Copacabana Palace.
=
Logo após o casamento passa a assinar Sara Luísa Lemos de Oliveira. Anos depois, quando Juscelino Kubitschek assume a presidência, seu nome passa a ser Sarah Luisa Lemos Kubitschek de Oliveira, para não assinar diferente do marido. Sarah Kubitschek desejava ter muitos filhos, mas foram onze anos de tentativas até nascer Márcia Kubitschek. Anos depois, o casal adotou Maria Estela Kubitschek, um ano mais velha do que Márcia.
-
Personalidade
-
Mulher de forte temperamento, Sarah era enérgica, determinada e bem-educada. Seu marido chegou a dizer que "às vezes tinha a impressão de que se casara com um tigre". Contudo, era conservadora e não gostava de política.
-
Últimos anos e legado
-
D.ª Sarah foi a fundadora da Organização das Pioneiras Sociais, que realizou uma notável obra de assistencialismo em Minas Gerais; incluía fundação de escolas no interior, creches e distribuição de roupas, alimentos, cadeiras de rodas e aparelhos mecânicos para deficientes físicos4 . Além disso, fundou hospitais-volantes na maioria dos Estados e hospitais flutuantes, vindos da Alemanha, para o Amazonas5 .
Depois de ficar viúva, ela passou a viver da pensão de JK. Residia em um apartamento alugado na Capital, quando morreu aos 87 anos de idade, de parada cardiorrespiratória.

=
Em sua homenagem, leva seu nome o Hospital Sarah Kubitschek, referência no tratamento de politraumatizados, com unidades em sete capitais brasileiras: Fortaleza, Macapá, Belo Horizonte, Brasília, São Luís, Rio de Janeiro, Belém e Salvador. Em Areia Branca no RN, existe também o Hospital Maternidade Sara Kubitschek em homenagem a primeira dama. Graças ao apoio de D.ª Sarah, existe hoje o Memorial JK, projetado por Oscar Niemeyer.
=
Irmã Dulce

Maria Rita de Sousa Brito Lopes Pontes (Salvador, 26 de maio de 1914 — Salvador, 13 de março de 1992), mais conhecida como Irmã Dulce, Beata Dulce dos Pobres ou Bem-Aventurada Dulce dos Pobres,1 2 tendo recebido o epíteto de "o anjo bom da Bahia", foi uma religiosa católica brasileira.
-
Irmã Dulce ganhou notoriedade por suas obras de caridade e de assistência aos pobres e necessitados, obras essas que ela praticava desde muito cedo. Na juventude já lotava a casa de seus pais acolhendo doentes. Ela também criou e ajudou a criar várias instituições filantrópicas: uma das mais importantes e famosas é o Hospital Santo Antônio, que foi construído no lugar do galinheiro do Convento Santo Antônio. Hoje atende diariamente mais de cinco mil pessoas.3
-
Irmã Dulce foi uma das mais importantes, influentes e notórias ativistas humanitárias do século XX. Suas grandes obras de caridade são referência nacional, e ganharam repercussão pelo mundo, tanto que seu nome é sempre relacionado à caridade e amor ao próximo.
=
Foi indicada ao Prêmio Nobel da Paz no ano de 1988 pelo então presidente do Brasil, José Sarney, porém não ficou com o título. Em 2011, foi beatificada pelo enviado especial do Papa Bento XVI, Dom Geraldo Majella Agnelo, em Salvador, sendo a beatificação o último passo antes da canonização. Irmã Dulce pode se tornar a primeira Santa Católica nascida no Brasil. Em 2001, foi eleita "a religiosa do século XX", em uma eleição que foi publicada pela revista Isto É. Em 2012, foi eleita uma dos 12 maiores brasileiros de todos os tempos em pesquisa feita pelo SBT, para eleger a personalidade que mais contribuiu para o país.5


Dona Ruth Cardoso


Ruth Vilaça Correia Leite Cardoso1 (Araraquara, 19 de setembro de 1930São Paulo, 24 de junho de 2008) foi uma antropóloga e professora universitária brasileira.
-
Ruth era casada desde 1953 com Fernando Henrique Cardoso, ex-presidente do Brasil. Ruth foi a primeira-dama do País durante o mandato presidencial do marido entre 1995 e 2003, embora tenha sempre rechaçado tal título, pois se apresentava sempre como simples "Assistente Social do Governo".
-
Família
-
Ruth Vilaça Correia Leite nasceu em Araraquara, no interior do estado de São Paulo. Ela era filha do contador José Correia Leite de sua esposa, a professora e farmacêutica Maria "Mariquita" Vilaça. Tinha uma irmã gêmea, Raquel, que morreu em tenra idade. A casa em que vivia sua família ficava no centro da cidade e hoje é uma agência bancária.  Ela viveu em sua cidade natal até os dezoito anos, quando se mudou para estudar Filosofia na Universidade de São Paulo (USP).
=
Em 1951, Ruth Leite conheceu seu futuro marido, Fernando Henrique Cardoso, então um estudante de Sociologia da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da USP.2 Eles se casaram em 1953 e tiveram três filhos juntos: Paulo Henrique (1954), Luciana (1958) e Beatriz (1960).
=
Estudos e magistério
=
Na década de 1950, Ruth Cardoso se envolveu no estudo de movimentos feministas, étnico-raciais e de orientação sexual classificados por ela como "novos movimentos sociais".
-
Doutora em antropologia pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH-USP), Ruth Cardoso atuou como docente e pesquisadora na USP e em várias instituições universitárias de diferentes países, tais como a Faculdade Latino-americana de Ciências Sociais (Flacso/Unesco), a Universidade do Chile, a Maison des Sciences de L'Homme em Paris, a Universidade de Berkeley e a Universidade de Colúmbia.
=
Ela era membro associado do Centro para Estudos Latino-Americanos da Universidade de Cambridge, na Inglaterra, e membro da equipe de pesquisadores do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap - São Paulo).
=
Primeira-dama do Brasil
=
Ruth Cardoso, em evento à época em que presidia o projeto Comunidade Solidária, de combate à exclusão social e à pobreza.
=
Ruth Cardoso, enquanto primeira-dama do Brasil, criou e presidiu o programa Comunidade Solidária,6 de combate à exclusão social e à pobreza, dentro de uma perspectiva emancipatória. Em 2000, ela criou a organização não governamental Comunitas, na qual atuou até sua morte.
=
A 14 de Março de 2000 foi agraciada com a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique.
-
Bolsa Família
=
Foi precursora de um dos maiores programas sociais da história do país: o Bolsa Família 
 =
Morte
=
Ruth Cardoso faleceu no dia 24 de junho de 2008, aos setenta e sete anos de idade em sua residência, em decorrência de problemas cardíacos, apenas um dia após ter realizado um cateterismo cardíaco e recebido alta hospitalar. Seu corpo foi velado na Sala São Paulo, no centro da capital paulista, e esta enterrada no Cemitério da Consolação.

Nenhuma esposa de presidente da república foi tão eficiente em seus trabalhos sociais e deu tanta prova de liderança, humildade, trabalho, dedicação e firmeza como principal conselheira e assessora especial do marido em sua missão de bem governar o país.


MULHERES DE MINAS NOVAS

Dentre as muitas minasnovenses que. neste dia 08 de março, merecem ser lembradas pelo grandioso trabalho em benefício de todo nosso povo, destacamos as figuras saudosas de mulheres guerreiras, educadoras e mães exemplares como Flora Brasileira Pires César, Ritinha Gomes, Maria Geralda Silva Coelho, Neide Freire, Celuta Figueiredo Costa, Olídia Nepomuceno Leite, Márcia Cristina Andrade, Maria Lopes da Silva, Maria da Conceição Mota Coelho, Elisa Mota Borges, Vicência de Fátima Barroso, Maria Tereza Barroso, Dudu Barroso, Lilia Borges Freire, Zélia Afonsina Coelho, Rosa Fernandes Barbosa, Corina Badaró, Naná Costa, Dalila Brandão, Rosária Fernandes Barbosa, Celina Chagas Coelho, Juscelina Borges Coelho, Neusa Sena Costa, Adir Sena, Alaíde Fernandes, Maria Baíta Ferreira, Ritinha de Cecília, Valdete de Pimba,Ana de Sabino, Rosa Ferreira Lopes, Diva Gomes Sousa, Elisa Silva Mendes. Delmira Cordeiro, Neusa Sena, Zarinha Camargos, Iaiá de Ioiô, Cajubi Cesar Santos, Candinha César Ferreira, Floraci Maciel Pinheiro, Elisa Mota Coelho, Ducarmo Silveira Magalhães, Conceição Barbosa Sena, Irmã Helena Coimbra, Edvirges Araujo, Myrian Coelho, Alvacira Nepomuceno Sena, Ritinha Evangelista, Rosarinha Figueiredo Costa, Maria Juliana Machado, Tusca Barbosa, Florinha de Zeca, Rejane Matos, Mariquinha Ferreira Evangelista, Maria Luiza Fernandes, Alice Mota Cristianismo, Maria Martins, Maria Nazaré Alecrim, Maria de Araújo, Terezinha Niz, Penha Figueiredo, Aurora Piloto, Elisa Ferreira, Adélia de Lado Girino, Virgínia Vieira, Lina Tavares Vieira, Maria Augusta Sena Faria, Dasdores Matos, Geraldinha Coelho Evangelista, Basti Gomes, Nair César, Idália Freire, Ideralice Freire, Ruth César, Guilhermina, Elisa Brandão, Clarice de Chico Cecília, Tereza Fernandes, Maria da Paz Cunha, Clotilde Lima, Rita de Margarida, Ambrozina Mota Ramalho, Geralda Lopes César, Alzira Sena Mendes,  Dulcinéia Magalhães, Menininha Sena Mota Santos, Maria Sena Mota, Ambrósia Mendes, Maria Bolô, Olga Ferreira, Maria de Victor Nery, Geraldinha Siqueira, Juracy de Castro Camargos, Maria Barriguda, Margarida Maria Alacoque, Lourdes Cesar Badaró, Lourdes de Propício, Alice Mota Borges, Augusta Soier, Zuleica Freire, Sebastiana de Roxo, Ana de Amélia, Zinha de Gentil, Zezinha Fernandes, Áurea Evangelista, Ritinha de Luiz de Braz, Eponina Eduardo, Cagáita Sena, Ritinha de Bulé, Socorro de Nazaré, Salia de Donata Ramos, Ana do Baú, Conceição Menã Costa, Alzira César, Lia de Nuninho, Margarida de Augusto, Lia de Chico Louro, Jacinta Cordeiro, Denilde Gonsalves, Fátima Camargos Sena, Mônica Borges Coelho e tantas outras mulheres cujos nomes me fogem à memória, neste momento, sendo todas elas abençoadas e acolhidas na glória eterna de DEUS nosso Pai.
-

FELIZMENTE, como a vida continua, é preciso LOUVARMOS A DEUS E À NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO pela bênção divina que é a presença maravilhosa, entre nós, de grandes mulheres minasnovenses que na atualidade brindam-nos com exemplo de trabalho, dignidade e, acima de tudo, muito amor pela nossa terra, como as figuras de Irmã Ana Maria Ortelli, Terezinha Mota Barbosa, Déa Alves da Silva Coelho, Maria Izabel Lages Casais Mota, Irmã Geralda, Wanda América de Souza, Marly Fernandes Lourenço, Anália Mota Coelho Rocha, Maria de Serafim Soldado, Leny Fernandes, Lica Teles, Lenda Sena Mota, Geralda Faria Silva, Sinhá de Waldemar, Diocele Mendes, Jaqueline Mota Coelho, Myriam Chagas Abreu, Doris Magalhães Mota, Stael Leite Ramos, Stela Leite Silva, Valda Barbosa, Cida Lemos Coelho, Marielze Lemos, Maria Emília Praxedes, Cida Fernandes Lemos, Mariana de Justino,  Rita Maria Mota, Maria Rita Mota, Piedade Mota, Dainha Mota, Naninha Mota, Nazinha Figueiró, Efigênia Sena, Geninha Borges, Benvinda Leite, Zarinha Coelho, Cristiane Mota, Dalma Magalhães, Adalgisa Leite, Rosita Carneiro, Zarinha de Candinha, Gláucia Marilac, Eva Araujo, Mara Araujo, Maíra Araujo, Augusta Sena Barbosa, Agostinha de Dim, Dorinha Alecrim. Luzia Fernandes, Lalada Fernandes, Santinha Fernandes, Dosanjos Roxo, Terezinha Brandão, Dosanjos Guedes, Lina Guedes, Maria Waldênia Chagas, Zarinha de Jacu, Diva da Barragem, Dasdores Lopes, Elizeth Fernandes, Érica Gomes, Geyza Gomes, Zara Vieira, Beatriz Coelho, Maria Flor de Maio Santos, Saozinha Ramalho Coelho, Divinha Pereira, Nenem Labatu, Marilda Miranda, Sônia de Múrcio, Selma Venâncio, Branca Corrêa, Nem de Chico Rocha, Vânia Beatriz, Celina de Jovelino, Mardilene, Cacilda Barroso, Zarinha de Raul, Santinha Evangelista, Tereza de Olga, Doracy Vieira, Heládia Cordeiro, Dolores Morais, Arlete Almeida, Arlete Santos, Luiza Martins, Maria de Fátima Lopes, Glória de Edgardinho, Marlene Ramos Silva, Zélia Cordeiro, Zilma, Valéria Santos, Boneka Fotógrafa, Cleuza Abreu, Cida Pires, Nádia Pinheiro, Loka Barroso, Maria José Oliveira, Lia de Lucas, Cirene Evangelista, Olívia Marques Sena. Tutu da Pensão, Manuela Cunha, Rafaela Cunha, Vera Machado, Naná de Margarida, Zilda, Eva Camargos, Cleti Camargos, Geraldinha de Corinto, Pedrelina Teles, Maria José Barbosa Fernandes, Laura de Tião Preto, Vilma Maciel, Bolinha Ramos, Iracema Fernandes, Dulcinéa Correa, Marinhinha de Dodó, Vivi Mota, Rosangela Bastos, Márcia Lourenço, Édna Fernandes, Eva Lino, Elisabeth Borges Coelho, Sonia Borges Coelho, Neuza de Zé Pedro, Rita Vieira, Magdália Vieira Camargos, Zara de Gentil, Domingas Figueiredo, Maria Augusta Figueiredo, Nenem Martins, Tereza de Ruita, Sinhá de Aurora, Sãozinha Figueiró, Helena Vieira, Lia de Bolivar, Chiquinha Pires, Maria de Amélia, Maria Amélia Silva Mota, Amélia Mota Cristianismo, Rosa Mota Cristianismo, Florinha Mota Cristianismo, Júlia Godinho Pereira, Jussara Pereira, Zara de Fernando Fernandes, Zara de Jacu, Graça Fernandes, Olga Pinheiro, Luci Ferreira, Ritinha Ferreira, Elza Ferreira, Janjão Vieira, Preta Vieira, Lalada de Levy, Zica Sena, Laura Araci, Rosenda Sena, Eliana Camargos Sena, Ivete Freire, Zezinha Guedes, Ivana Vieira, Cristina de Cardoso, Maria Antonia Coelho, Hilda Coelho, Nizinha Soares Pereira, Dilma Barbosa Sena, Joana Bueno, Geralda Ramos Eduardo, Santinha de Miuda, Nenem de Alzira, Marluce Souza, Augusta Gomes, Diva Leite, Nilce Sena Camargos, Nilcéia Sena Figueiredo, Jurema Lasmar Camargos, Téia Borges Freire, Maria Geralda Soier, Luzia de Augustão, Dalba Costa Ramos, Nem de Áurea, Geralda Vieira, Elizabeth de Lucoca, Silvana Silva Santos, Patrícia Coelho Dias,  Adélia de Tusca, Sãozinha de Margarida, Zezé de Serafim, Almira Figueiredo, Cira de Raimundinho, Maria Godinho Coelho, Maria Marta, Menininha Ferreira, Fátima Evangelista, Nely Vieira, Zezé Paixão, Corina Barbosa, Corina De Tonico Nogueira, Cleusa Borges, Nilza do Hotel, Marinhinha de Zé de Álvaro, Dominga da Acesita, Sandra Regina Silva, Neca Barbosa, Aparecida de Gabrielzinho, Idália de Lucas, Maria Eugênia Cristianismo, Duia de Eva, Nice Veira Mota, Carmem Veira Mota, Inezita Mota, Eidnia Vieira Freire, Ieda Vieira, Maria de Jesus César, Tana Eduardo Santana, Zelita Eduardo, Zarinha Badaró, Betinha de Carlos Adão, Zara de Bocas, Lúcia de Pecá, Cássia Santos, Valdemira Cordeiro, Sinhá de Pedrinho, Betinha de Pimba, Livinha Brandão, Maria Rita Barbosa, Rita Sabino, Cândida Rocha, Etelvina Brandão, Chica de Vandico, Lada de Baiano, Lia de Eliziário, Dasdores Catuaba, Cláudia Santos Eduardo, Maria Geralda Labatu, Pepita de Tó, Mariquinha Coelho, Claudiane Coelho, Jaqueline Evangelista, Lica Chagas, Vera Figueiredo, Dazinha de Joaquim, Elisinha Mendes Pinheiro, Helena Cordeiro, Marilene Coelho, Irene Barbosa, Wilza Beatriz, Cláudia Labatu, Débora Coelho, Iaiá de Elias, Cida Mota, Vera de Corinto, Odília de Zé Bolinha, Menoska, Moema Silveira, Vanda de Palmá, Fátima de Bibia, Vânia de Vianey, Brígida Sena, Cida de Gêra, Maria de Jermiro, Nelci de Zé de Odília, Yolanda Pinto, Idalina Félix, Zilda, Bete de Giovani, Fátima de Clemência, Avelina Figueiró, Avenina, Maria Geralda Saturnino, Gildete, Márcia Anapio, Nenem Moura, Nina de Cleomar, Nina de Ioiô, Sônia Moura, Dedé Camargos Sena, Yane Mabel, Santinha Mota Ramalho, Dirce de Pepita, Wanja, Paula de Jadir, Didi de Vanda, Elza de Zezé, Lúcia, Lúcia Sena, Gisele, Suzana, Joilda, Agrecina, Núbia, Darcy, Izabel Barbosa, Izaura, Margareth, Rosa de Tiago, Marília, Nenzinha, Ducarmo, Dasdores de Lourdes, Nair de Lourdes, Pedrelina, Benvinda, Angela Sena, Ângela Mota Barbosa, Dayze, Dária, Flávia Marques, Flávia Mota, Flora Pinheiro, Darlize, Danúbia, Soraya, Suellen, Cleuza, Creuza, Cristina Barbosa, Elaine, Conceição Sena Vital,  Cibele Maciel, Helena Vieira, Donizete Miranda, Conceição Miranda, Benedita Abreu, Dárce de Darci, Lavínia, Maria Alice Barbosa, Judith, Carminha, Maria Clara, Roberta, Rosária, Rosália, Ruth Maria, Rute Evangelista, Rosa Maria, Rosinha, Bernadeth, Bruna. Branca, Bianca, Gilda Sena, Paola, Cláudia, Andrea, Marina, Delyane Coelho, Luciane Lages Mota, Berenice, Regina, Denise, Sinhá Badaró, Lourdinha Sena, Lourdinha Evangelista, Cleide Evangelista, Zara Evangelista, Nilma Silva, Neuza Silva, Nilza Silva, Magnólia, Glac, Marione, Jussara, Mágda Lourenço, Madalena, Nicinha Mendes, Clarinda Lopes, Antoniana Barbosa, Cleunice, Clarinha, Lucinha Leão,  Édna, Renata Coelho, Aurita Freire, Mayza, Karina, Katarina, Caroline, Gioconda, Kamila, Rogéria, Dalvina, Maria, Tarcila, Loveralda, Lindaura, Lindauva, Geany, Dalva, Jacyra, Luana, Lídia Fernandes, Liliane,  Vilmênia, Vilmara, Ludmila, Wilma Martins, Valdívia Chagas, Didi de Julinho, Sarah Mota, Izabela Mota, Maclênia, Meire, Darlene, Lidiane, Diana, Virgínia, Vitória, Salvina, Silvânia, Sílvia, Emiliana Abreu, Valquíria, Leila Moura, Maria Eugênia, Fernanda, Alessandra, Felícia, Adriana, Gislene, Gisele, Santa, Fábia, Fabrícia, Letícia, Simone Leite, Sirlene, Iadgard Sena, Maura, Mirella,  Symone Mota, Adelina, Vicentina, Táta de Jesus, Natalina, Natália, Nataly, Vanessa, Vera Lúcia, Juliana, Sheila, Erminda, Nara, Eurides Murta, Eurene Carvalho, Heloisa, Daniella, Gigi, Ildete, Alvacira, Noeme, Jacy, Genivalda, Gilmara, Lorena, Zenith, Zenilda, Zenilde, Zulmira, Vilma Machado, Verônica, Talyta, Eduarda, Ana Lúcia, Aradália, Aralúcia, Aranilde, Gracinha, Lucíola, Lucinha, Marisa, Camila, Maria do Socorro, Goreth, Amanda, Giovana, Gina, Tiana, Fabrícia, Martha, Valdete, Alzira, Sebastiana, Antonia, Toninha, Inácia, Petrina, Giselda, Magali, Elisângela, Elisinha, Elise, Cacilda, Carla Sena, Cátia Figueiró, Kátia, Karla, Izadora Marques, Célia, Herculana, Eunice, Aline, Joelma, Anita, Ismênia, Aracy Figueiredo, Odete, Evânia, Orminda, Ordália, Ideralice Cordeiro, Antoniana Sena, Tezinha, Flora Amaral, Angélica Fernandes, ETC, ETC.

Do passado evoco, ainda, a doce lembrança de grandes mulheres que marcaram a minha existência:

Minha bisavó IDALINA SENA
Minhas avós Juscelina Coelho e Loura Sena Mota
Minha mãe Elisa Mota Coelho
Minha sogra Amália Almeida Nogueira
Minha irmã Conceição
Minhas tias Celina, Alicinha, Lilia e Menininha.

E, para a alegria do meu presente e a felicidade de todos os meus dias futuros:

- Minhas irmãs: Durvalina, Santinha, Elisa Maria, Juscelina, Gláucia e Jaqueline.

- Minhas cunhadas Carolina, Cida, Doris, Ninha, Marilda e Meire,

-     Uma infinidade de sobrinhas e afilhadas;

-     Minha querida esposa NILDA.

-     Minhas idolatradas filhas ESTEFÂNIA E CATARINA.

-     Minha maravilhosa neta BEATRIZ.


A TODAS ELAS:

P A R A B É N S 
  PELO  DIA INTERNACIONAL DA MULHER 

SALVE O DIA 08 DE MARÇO DE 2015!!!



CONFIRA AQUI OS LIVROS DE MINHA BIBLIOTECA FÍSICA

Cursos Online é Cursos 24 Horas

LIVROS RECOMENDADOS

  • ANÁLISES DE CONJUNTURA: Globalização e o Segundo Governo FHC - (José Eustáquio Diniz Alves /Fábio Faversani)
  • ARTE SACRA - BERÇO DA ARTE BRASILEIRA (EDUARDO ETZEL)
  • AS FORÇAS MORAIS - (José Ingenieros)
  • CONTOS - (Voltaire)
  • DICIONÁRIO DE FANADÊS - Carlos Mota
  • DOM QUIXOTE DE LA MANCHA - (Cervantes)
  • ESPLÊNDIDOS FRUTOS DE UMA BANDEIRA VENTUROSA - (Demósthenes César Jr./ Waldemar Cesar Santos)
  • EU E MARILYN MONROE & O OUTRO- CARLOS MOTA
  • FRAGMETOS - (Glac Coura)
  • HISTÓRIAS DA TERRA MINEIRA - (Prof. Carlos Góes)
  • http://www.strategosaristides.com/2010/12/cronicas-do-mato.html
  • IDAS E VINDAS - (Rosarinha Coelho)
  • MOSÁICO - (Glac Coura)
  • O CAMINHANTE - (José Transfiguração Figueirêdo)
  • O DIA EM QUE O CAPETA DESCEU NA CIDADE DE MINAS NOVAS - (João Grilo do Meio do Fanado)
  • O MITO DO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO - (Celso Furtado)
  • O NOME DA ROSA - (Umberto Eco)
  • O PRÍNCIPE - (Maquiavel)
  • O SEGREDO É SER FELIZ - ROBERTO SHINYASHIKI

ORIGEM DOS ACESSOS PELO MUNDO

Arquivo do blog