quarta-feira, 30 de maio de 2012

FESTA DE NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO - MINAS NOVAS- MG


PEDIDO QUE SE FAZ A TODOS IRMÃOS DO ROSÁRIO, DEVOTOS DE NOSSA SENHORA E DEMAIS MINASNOVENSES (NATURAIS OU NÃO DA CIDADE DE MINAS NOVAS):
A Festa de Nossa Senhora do Rosário (23-24-25 de junho) é uma das mais caras tradições de nossa cidade, não somente pela sua mais que bicentenária história, mas principalmente pela sua maior importância como manifestação de nossa fé cristã e da particular esperança na salvação de nossas almas. Tem, também, no seu aspecto profano, a singular importância cultural, social e econômica, de vez que faz movimentar a população em todos os sentidos, sempre no melhor objetivo de abrilhantar os festejos, engalanar o ambiente comunitário e atrair para o município um sempre crescente número de romeiros, familiares, turistas e visitantes que neste mês de junho chegam de todas as partes do país.
Essa Festa maravilhosa precisa, porém, da efetiva participação de todos nós, pois a sua realização demanda esforços e custos financeiros pelos quais a Irmandade, isoladamente, jamais suportaria se não pudesse contar com verdadeiros sacrifícios por parte  dos organizadores (reis, juízes maiores, mordomos, encarregados, leiloeiros, etc.). A realidade, porém, é que a cada ano multiplicam-se os gastos e cada vez mais se restringem as fontes de custeio, principalmente aquelas que antes tinham origem oficial, em razão da restrita visão administrativa da classe  empresarial e da grande insensibilidade de governantes, infelizmente descompromissados com a arte, com a cultura, com o lazer e com a FÉ de nosso Povo e de Nossa Gente.  
Contudo, não podemos deixar arrefecerem as nossas conquistas ou que se deteriorem os alicerces de nossa riqueza cultural: A Irmandade do Rosário é uma organização abençoada e muito maior que os desafios passageiros desse momento de dificuldades, pois se constitui de homens e mulheres devotos de Nossa Senhora, todos que também têm no peito e na alma o amor filial à cidade que os viu nascer e também essa terra dadivosa e hospitaleira que sempre acolhe da melhor maneira seus filhos, tanto os naturais, como os de coração,  de todas as origens, aos quais aqui, agora, fica o nosso pedido de ajuda para não deixar morrer a nossa mais linda tradição que, com sua contribuição financeira, continuará sendo esse verdadeiro Ato de Fé, festival de folclore, cores, fogos, flores e alegria.
DAILSON CRISTÓVÃO FERNANDES e GERALDO ANTONIO HENRIQUE DA CONCEIÇÃO foram escolhidos como "mordomos" (encarregados pela parte folclórica, tais como congados, queima de fogos e organização da "subida do mastro") e solicitam de todos que depositem suas colaborações na conta da Irmandade (dados abaixo) informando, se possível,  pelo telefone (31) 3482-9229, o nome do depositante, o valor depositado, bem como os números da autenticação do recibo correspondente, para que seja providenciada a devida escrituração no dia da Mesa de Anuários (25/06).
CONTANDO COM SUA INDISPENSÁVEL AJUDA (DE QUALQUER VALOR), DESDE JÁ AGRADECEM A TODOS E ROGAM A DIVINA GRAÇA DA NOSSA PADROEIRA COMO BÊNÇÃO PERMANENTE AOS COLABORADORES.
BANCO DO BRASIL – AG. 1097-9 – Conta 5844-0


terça-feira, 29 de maio de 2012

Rejeitada a votação, na Ordem do Dia da Câmara Federal, Projeto de Lei FICHA LIMPA


Eu estava desconfiado porque só veiculavam notícias da Carolina Dieckman e do Cachoeira....era porque tinha coisa pior para acontecer!!!!

Para quem não sabe no dia 23 de maio de 2012, foi rejeitada a votação, na Ordem do Dia da Câmara Federal, do Projeto de Lei FICHA LIMPA, que impede a candidatura a qualquer cargo eletivo de pessoas condenadas em primeira ou única instância, ou por meio de denúncia recebida em tribunal – no caso de políticos com foro privilegiado – em virtude de crimes graves, como: racismo, homicídio, estupro, homofobia, tráfico de drogas e desvio de verbas públicas.
Foi votada uma lei que beneficiará 21.000 políticos com ficha suja!!!!
A IMPRENSA FOI CENSURADA E ESTÁ IMPEDIDA DE DIVULGAR ! PORTANTO, VAMOS USAR A INTERNET, PARA DAR CONHECIMENTO AOS OUTROS 198.000.000 DE BRASILEIROS QUE OS DEPUTADOS FEDERAIS TRAÍRAM O POVO!
Espalhe esta notícia; segundo dados, uma mensagem da internet enviada a 12 pessoas, no fim do dia chega a 30.000 usuários. Vamos espalhar !

segunda-feira, 28 de maio de 2012

O Maranhão fica no Brasil?



ISTO É REVOLTANTE


 

  
O Maranhão fica no Brasil ???!!!

Por favor, após leitura, envie para parentes e amigos para
que façam o mesmo, para que muitos saibam.

        

- Para nascer, Maternidade Marly Sarney;
- Para morar, escolha uma das vilas: Sarney, Sarney Filho, Kiola Sarney ou, Roseana Sarney;
- Para estudar, há as seguintes opções de escolas: Sarney Neto, Roseana Sarney, Fernando Sarney, Marly Sarney e José Sarney;
- Para pesquisar, apanhe um táxi no Posto de Saúde Marly Sarney e vá até a Biblioteca José Sarney, que fica na maior universidade particular do Estado do Maranhão, que o povo jura que pertence a um tal de José Sarney;

- Para inteirar-se das notícias, leia o jornal O Estado do Maranhão, ou ligue a TV na TV Mirante, ou, se preferir ouvir rádio, sintonize as Rádios Mirante AM e FM, todas do tal José Sarney. Se estiver no interior do Estado ligue para uma das 35 emissoras de rádio ou 13 repetidoras da TV Mirante, todas do mesmo proprietário, do tal José Sarney;

- Para saber sobre as contas públicas, vá ao Tribunal de Contas Roseana Murad Sarney (recém batizado com esse nome, coisa proibida pela Constituição, lei que no Estado do Maranhão não tem nenhum valor);

- Para entrar ou sair da cidade, atravesse a Ponte José Sarney, pegue a Avenida José Sarney, vá até a Rodoviária Kiola Sarney. Lá, se quiser, pegue um ônibus caindo aos pedaços, ande algumas horas pelas 'maravilhosas' rodovias maranhenses e aporte no município José Sarney.

Não gostou de nada disso? Então quer reclamar? Vá, então, ao Fórum José Sarney, procure a Sala de Imprensa Marly Sarney, informe-se e dirija-se à Sala de Defensoria Pública Kiola Sarney...

Seria cômico se não fosse tão triste....
Infelizmente, o texto é verdadeiro...
MAS QUANDO ALGUÉM DA FAMÍLIA SARNEY FICA DOENTE, O MELHOR HOSPITAL DO MARANHÃO É O AEROPORTO, NUM VÕO PAGO COM DINHEIRO DO CONTRIBUINTE PARA SÃO PAULO, E RESERVA ASSEGURADA NO HOSPITAL SÍRIO LIBANÊS OU ALBERT EINSTEIN.
Para terminar, não foi citado o "MUSEU DA REPÚBLICA BRASILEIRA"  que até bem pouco tempo era a "A Casa do Presidente Sarney" e que foi transformada em "Fundação Estadual" pela atual governadora do estado (FILHA DO Zé de Ribamar Sarney) mediante uma nebulosa operação que compromete grande parte do orçamento anual daquela "ré´pública nordestina".



domingo, 27 de maio de 2012

A música é linda e a tradução e história me inspiraram..

video
  Quantas vezes eu e também você, provavelmente, já ouvimos essa bela
canção. Mas, como eu, você também, suponho, desconhecia a
circunstância que a inspirou...
Aí está...
Leia o texto abaixo antes de ver o vídeo e a letra da música, que é linda!
É sobre a entidade "Missão dos Órfãos", em Washington, DC.

Foi lá que ficou eternizada a música "He ain't heavy, he is my brother" dos "The Hollies".

(você pode não estar lembrando da música, mas depois de ouvir, se lembrará!).
A história conta que certa noite, em uma forte nevasca, na sede da entidade, um homem plantonista ouviu alguém bater na porta.

Ao abri-la ele se deparou com um menino coberto de neve, com poucas roupas, trazendo em suas costas, um outro menino mais novo.

A fome estampada no rosto, o frio e a miséria dos dois comoveram o homem, que mandou-os entrar e exclamou :

- Ele deve ser muito pesado.

Ao que o que carregava disse:

- Ele não pesa, ele é meu irmão. (He ain't heavy, he is my brother)...
Não eram irmãos de sangue realmente. Eram irmãos da rua.
O autor da música soube do caso e se inspirou para compô-la.

E da frase fez-se o refrão.

Esses dois meninos, foram adotados pela instituição.
É algo inspirador nestes dias de falta de solidariedade, violência e egoísmo.
Agora veja e ouça o vídeo. 

Quis custodiet ipsos custodes ?

sábado, 26 de maio de 2012

ANIVERSARIO DE PAUL McCARTNEY, merecedor!


 Amigos, é isso aí.  Maravilhosa homenagem a este ótimo artista que está VIVO!!!  Vale muito a pena ver!!!! 
(clique sobre o link acima (em azul) para acessar o lindo vídeo.)



sexta-feira, 25 de maio de 2012

Dia da costureira


PARABÉNS ÀS COSTUREIRAS PELO SEU DA ESSPECIAL

---------- Mensagem encaminhada ----------
De: Estefânia Zica <estefzica@gmail.com>
Data: 25 de maio de 2012 13:38



Como diz minha avó Elisa, em toda casa tem que ter uma máquina de costura, nem que seja só para enfeitar.

Eu dei sorte de poder ter uma máquina de costura e poder fazer dela o meu instrumento de trabalho.


Costuro não só tecido, mas nela vou costurando minha história... a minha vida!!!

Tenho na memória ótimas lembranças de minhas avós costurando, tanto a vovó Elisa quanto a vovó Amália.


Além delas, são minhas referências "de vida de costureiira" tia Santinha, tia Carola, vovó Maria, Valéria e tia Neli.

Feliz dia da costureira!!! ♥


Estefânia

URINE ANTES DE ENTRAR NUM CARRO, ÔNIBUS, TREM, AVIÃO



 
PASSE em um BANHEIRO ANTES DE VIAJAR ...

Virgínia Schall - Colunista do  Portal Uai Auremar de Castro/Estado de Minas

Algumas vezes uma informação sobre saúde ouvida uma única vez pode ser relembrada por toda a vida, gerando um comportamento preventivo. 
Esse foi o impacto de uma palestra, proferida por um cirurgião de um pronto socorro cujo tema era a ruptura  de bexiga por acidentes automobilísticos.
Após a palestra os banheiros estavam repletos e os comentários sobre ir ao toalete antes de entrar em
um veículo eram enfáticos, demonstrando que o recado fora  ouvido.
Através de dados estatísticos e imagens precisas,  o especialista demonstrou como, num acidente que pode
ser até banal, estando a bexiga cheia, há risco  dela literalmente 'estourar'.
Fatos assim, bem demonstrados, são suficientes para, uma  vez conhecidos, jamais serem esquecidos.
Ao informar a platéia atenta sobre a freqüência de atendimentos de urgência para sutura de bexiga derivadas de acidentes de carro, percebeu-se rumores e olhares de temor no público em  geral.

A causa mais comum das lesões da bexiga é a contusão (golpe externo), a qual ocorre, sobretudo, devido a acidentes automobilísticos, podendo  também decorrer de
quedas ou lesões esportivas.
A maioria das rupturas da bexiga ocorre pelo trauma externo e tem como causa principal a bexiga cheia durante o acidente.

A bexiga cheia de urina absorve o impacto do
golpe externo e não tendo resistência suficiente, explode como um balão de ar.
Através  da fenda que se abre, a urina e o sangue invadem a cavidade peritoneal, onde se encontram os intestinos, podendo provocar uma peritonite química e infecciosa com enorme  dor.

Os principais sintomas são a presença de sangue na urina e a dificuldade de micção.
O diagnóstico precoce é importantíssimo, requerendo
procedimentos radiográficos para delimitar as lesões e avaliar os escapes de  urina.

Portanto, bexiga cheia  e acidentes automobilísticos podem ter sérias conseqüências causando desde internações e até mesmo morte.
As lacerações menores requerem internação, pois será necessário tratamento com sondas uretrais para drenar a urina, o que dura  entre 7 a 10 dias. Nesse
tempo, o tecido da bexiga pode cicatrizar sem intervenção. As lesões maiores com  conseqüente descontrole de sangramento ou o extravasamento de grandes volumes de
urina para os tecidos vizinhos podem exigir uma reparação cirúrgica.
A sutura de bexiga não é um procedimento trivial. Requer  um trabalho delicado em um tecido difícil. Complicações podem ocorrer como inflamação da área suturada e até
infecções hospitalares, não muito raras em  grande parte dos hospitais.

Entre os riscos de uma lesão grave está uma pressão arterial
perigosamente baixa que pode  acarretar choque e morte.
Assim, é sempre bom passar no banheiro e ESVAZIAR A BEXIGA antes de entrar/ montar em  qualquer veículo (automóvel, motocicleta, ônibus, avião etc.), VÁLIDO PARA ADULTOS E CRIANÇAS, pois  se estiver vazia, o risco de rompimento  diminui drasticamente.

Informação dessa natureza deve ser repassada, e aqui
o boca a boca pode salvar vidas.

Human Body - Steve Parker, 1993,  Dorling
Kindersley Limited,

  
  

CQC 09/04/2012 - Brasil Profundo - Assembléia de Minas Gerais

 CQC 09/04/2012 - Brasil Profundo -
Assembléia de Minas Gerais

fazendo circular para dar visibilidade...

sábado, 19 de maio de 2012

O caso Demóstenes Torres e as raposas no galinheiro

Saiu na Carta Maior, artigo indispensável da Maria Inês Nassif:

O caso Demóstenes Torres e as raposas no galinheiro


O rumoroso caso Demóstenes Torres é uma chance única de reavaliar o que foi a política brasileira na última década, e de como ela – venal, hipócrita e manipuladora – foi viabilizada por um estilo de cobertura política irresponsável, manipuladora e, em alguns casos, venal. E hipócrita também.


Maria Inês Nassif


O rumoroso caso Demóstenes Torres (DEM-GO) não é apenas mais um caso de corrupção denunciado pelo Ministério Público. É uma chance única de reavaliar o que foi a política brasileira na última década, e de como ela – venal, hipócrita e manipuladora – foi viabilizada por um estilo de cobertura política irresponsável, manipuladora e, em alguns casos, venal. E hipócrita também.


Teoricamente, todos os jornais e jornalistas sabiam quem foram os arautos da moralidade por eles eleitos nos últimos anos: representantes da política tradicional, que fizeram suas carreiras políticas à base de dominação da política local, que ocuparam cargos de governos passados sem nenhuma honra, que construíram seus impérios políticos e suas riquezas pessoais com favores de Estado, que estabeleceram relações profícuas e férteis com setores do empresariado com interesses diretos em assuntos de governo.


Foram políticos com esse perfil os escolhidos pelos meios de comunicação para vigiar a lisura de governos. Botaram raposas no galinheiro.


Nesse período, algumas denúncias eram verdadeiras, outras, não. Mas os mecanismos de produção de sensos comuns foram acionados independentemente da realidade dos fatos. Demóstenes Torres, o amigo íntimo do bicheiro, tornou-se autoridade máxima em assuntos éticos. Produziu os escândalos que quis, divulgou-os com estardalhaço. Sem ir muito longe, basta lembrar a "denúncia" de grampo supostamente feita pelo Poder Executivo no gabinete do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes, então presidente da mais alta Corte do país. Era inverossímil: jamais alguém ouviu a escuta supostamente feita de uma conversa telefônica entre Demóstenes, o amigo do bicheiro, e Mendes, o amigo de Demóstenes.


Os meios de comunicação receberam a suposta transcrição de um grampo, onde Demóstenes elogia o amigo Mendes, e Mendes elogia o amigo Demóstenes, e ambos se auto-elegem os guardiões da moralidade contra um governo ditatorial e corrupto. Contando a história depois de tanto tempo, e depois de tantos escândalos Demóstenes correndo por baixo da ponte, parece piada. Mas os meios de comunicação engoliram a estória sem precisar de água. O show midiático produzido em torno do episódio transformou uma ridícula encenação em verdade.


A estratégia do show midiático é conhecida desde os primórdios da imprensa. Joga-se uma notícia de forma sensacionalista (já dizia isso Antonio Gramsci, no início do século passado, atribuindo essa prática a uma " imprensa marrom"), que é alimentada durante o período seguinte com novos pequenos fatos que não dizem nada, mas tornam-se um show à parte; são escolhidos personagens e conferido a ele credibilidade de oráculos, e cada frase de um deles é apresentada como prova da venalidade alheia. No final de uma explosão de pânico como essa, o consumo de uma tapioca torna-se crime contra o Estado, e é colocado no mesmo nível do que uma licitação fraudulenta. A mentira torna-se verdade pela repetição. E a verdade é o segredo que Demóstenes – aquele que decide, com seus amigos, quem vai ser o alvo da vez – não revela.


Convenha-se que, nos últimos anos, no mínimo ficou confusa a medida de gravidade dos fatos; no outro limite, tornou-se duvidosa a veracidade das denúncias. A participação da mídia na construção e destruição de reputações foi imensa. Demóstenes não seria Demóstenes se não tivesse tanto espaço para divulgação de suas armações. Os jornais, tevês e revistas não teriam construído um Demóstenes se não tivessem caído em todas as armadilhas construídas por ele para destruir inimigos, favorecer amigos ou chantagear governos. Os interesses econômicos e ideológicos da mídia construíram relações de cumplicidade onde a última coisa que contou foi a verdade.


Ao final dos fatos, constata-se que, ao longo de um mandato de oito anos, mais um ano do segundo mandato, uma sólida relação entre Demóstenes e a mídia que, com ou sem consciência dos profissionais de imprensa, conseguiu curvar um país inteiro aos interesses de uma quadrilha sediada em Goiás.


Interesses da máfia dos jogos transitaram por esse esquema de poder. E os interesses abarcavam os mais variados negócios que se possa fazer com governos, parlamentos e Justiça: aprovação de leis, regras de licitação, empregos públicos, acompanhamento de ações no Judiciário. Por conta de um interesse político da grande mídia, o Brasil tornou-se refém de Demóstenes, do bicheiro e dos amigos de ambos no poder.


Não foi a mídia que desmascarou Demóstenes: a investigação sobre ele acontece há um bom tempo no âmbito da Polícia Federal e do Ministério Público Federal. Nesse meio tempo, os meios de comunicação foram reféns de um desconhecido personagem de Goiás, que se tornou em pouco tempo o porta-voz da moralidade. A criatura depõe contra seus criadores.



Mamografia Digital//OLHE POR FAVOR....


DIVULGAÇÃO
 
 Mamografia Digital.



....amigos, em meio a tanta 'bandalheira' neste mundo virtual, graças a Deus existem também assuntos sérios e de UTILIDADE PÚBLICA que precisam de nossa atenção e respeito.
Este é um deles:


O Instituto do Câncer de Mama está com uma importante campanha.


Cabe a nós atendermos sua solicitação e ampará-lo, pois se depender do Governo (Federal/Estadual/Municipal) será seu fim!!!
Vamos salvar o site do câncer de mama? Não custa nada. O Site do câncer de mama está com problemas, pois não tem o número de acessos e cliques necessários para alcançar a cota que lhes permite oferecer UMA mamografia gratuita diariamente a mulheres de baixa renda. Demora menos de um segundo, ir ao site e clicar na tecla cor-de-rosa que diz 'Campanha da Mamografia Digital Gratuita'.



  Não custa nada e é por meio do número diário de pessoas que clicam que os patrocinadores oferecem a mamografia em troca de publicidade.
 
Este gesto fará uma enorme diferença. http://cancerdemama.com.br 


 
É muito importante repassarem. ajudem as pessoas a fazerem suas mamografias quando não podem pagar.

É IMPORTANTE QUE SE DIVULGUE!
 


A PODRIDÃO DO JUDICIÁRIO

 A PODRIDÃO DO JUDICIÁRIO



REPASSANDO     
 O Judiciário não acabou, mas está a beira de um desabamento. O Supremo Tribunal Federal possui 12 Ministros e 2.822 funcionários (cerca de 260 para cada Ministro) e  435 seguranças (idem 36 para cada), segundo revela no artigo abaixo o professor Marco Antônio Villa, da Universidade Federal de São Carlos. Convenhamos que isso seja dose pra leão. Penso que nem no Iraque existe tanta segurança para um magistrado. Claro que em Brasília, sabemos, existem terroristas que sempre ameaçam a segurança dos cofres públicos, mas nunca soube da existência de ameaças a vida de algum magistrado. Um viva, portanto, a Ministra Eliana Calmon. Foi ela quem, com sua garra e coragem, possibilitou que isso e outros absurdos viessem a público. Óbvio de que já estávamos cientes de que nossos políticos são os mais corruptos do mundo, mas o nosso Judiciário, com essas extravagâncias, realmente, deve ser surpresa para todos. Confesso que, desde que o Supremo, sob o comando do indefectível Jobim, conseguiu derrubar a cláusula pétrea que protegia o direito adquirido dos aposentados, tinha alguma desconfiança, mas nesse nível jamais. Parece, porém, que o PT está obtendo êxito na sua nefanda tarefa de desmoralização das instituições brasileiras. Os Ministros nomeados pelo apedeuta, aliados a alguns sobreviventes de nefastas indicações anteriores, estão deteriorando nossa colenda Corte. Vamos fazer pela internet uma corrente de apoio a essa valente mulher que querem derrubar do CNJ, é minha proposta de hoje. Se você, realmente, se interessa pelo futuro do Brasil, leia toda matéria abaixo. Estou com Eliana Calmon e não abro. Abrs.  =================================================================


 ACABOU-SE O JUDICIÁRIO?

 Precisamos fazer alguma coisa. O assunto diz respeito ao país que vamos deixar a nossos filhos e netos!

A. volotão

ESTAREMOS PERDIDOS SE VOCÊ FOR UM ACOMODADO!  
A  CORRUPÇÃO NA JUSTIÇA -
O Estado de S. Paulo - 11/08/2011
Elaborado com base nas inspeções feitas pela Corregedoria Nacional de Justiça e divulgado pelo jornal Valor, o relatório do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) sobre as irregularidades cometidas pela magistratura nas diferentes instâncias e braços especializados do Judiciário mostra que a instituição pouco difere do Executivo em matéria de apropriação indébita e malversação de dinheiro público, de mordomia, nepotismo e fisiologismo, de corrupção, enfim as maracutaias são tantas que é praticamente impossível identificar o tribunal com os problemas mais graves. Em quase todos, os corregedores do CNJ constataram centenas de casos de desvio de conduta, fraude e estelionato, tais como negociação de sentenças, venda de liminares, manipulação na distribuição de processos, grilagem de terras, favorecimento na liberação de precatórios, contratos ilegais e malversação de dinheiro público. No Pará, o CNJ detectou a contratação de bufês para festas de confraternização de juízes pagas com dinheiro do contribuinte. No Espírito Santo, foram descobertos a contratação de um serviço de degustação de cafés finos e o pagamento de 13.º salário a servidores judiciais exonerados. Na Paraíba e em Pernambuco, foram encontradas associações de mulheres de desembargadores explorando serviços de estacionamento em fóruns. Ainda em Pernambuco, o CNJ constatou 384 servidores contratados sem concurso público - quase todos lotados nos gabinetes dos desembargadores. No Ceará, o Tribunal de Justiça foi ainda mais longe, contratando advogados para ajudar os desembargadores a prolatar sentenças. No Maranhão, 7 dos 9 juízes que atuavam nas varas cíveis de São Luís foram afastados, depois de terem sido acusados de favorecer quadrilhas especializadas em golpes contra bancos. Entre as entidades ligadas a magistrados que gerenciam recursos da corporação e serviços na Justiça, as situações mais críticas foram encontradas nos Tribunais de Justiça da Bahia e de Mato Grosso e no Distrito Federal, onde foi desmontado um esquema fraudulento de obtenção de empréstimos bancários criado pela Associação dos Juízes Federais da 1.ª Região. Em alguns Estados do Nordeste, a Justiça local negociou com a Assembleia Legislativa a aprovação de vantagens funcionais que haviam sido proibidas pelo CNJ. Em Alagoas, foi constatado o pagamento em dobro para um cidadão que recebia como contratado por uma empresa terceirizada para prestar serviços no mesmo tribunal em que atuava como servidor. O balanço das fiscalizações feitas pela Corregedoria Nacional de Justiça é uma resposta aos setores da magistratura que mais se opuseram à criação do CNJ, há seis anos. Esses setores alegavam que o controle externo do Judiciário comprometeria a independência da instituição e que as inspeções do CNJ seriam desnecessárias, pois repetiriam o que já vinha sendo feito pelas corregedorias judiciais. A profusão de irregularidades constatadas pela Corregedoria Nacional de Justiça evidenciou a inépcia das corregedorias, em cujo âmbito o interesse corporativo costuma prevalecer sobre o interesse público. Por isso, é no mínimo discutível a tese do presidente do STF, Cezar Peluso, de que o CNJ não pode substituir o trabalho das corregedorias e de que juízes acusados de desvio de conduta devem ser investigados sob sigilo, para que sua dignidade seja preservada. "Se o réu a gente tem de tratar bem, por que os juízes têm de sofrer um processo de exposição pública maior que os outros? Se a punição foi aplicada de um modo reservado, apurada sem estardalhaço, o que interessa para a sociedade?", disse Peluso ao Valor.
Além de se esquecer de que juízes exercem função pública e de que não estão acima dos demais brasileiros, ao enfatizar a importância das corregedorias judiciais, o presidente do STF relega para segundo plano a triste tradição de incompetência e corporativismo que as caracteriza. Se fossem isentas e eficientes, o controle externo da Justiça não teria sido criado e os casos de corrupção não teriam atingido o nível alarmante evidenciado pelo balanço da Corregedoria Nacional de Justiça.
O Estado de S. Paulo - 11/08/2011
SE A JUSTIÇA NÃO MERECE RESPEITO O QUE MAIS FALTA PARA O PAÍS AFUNDAR?.
 O EXECUTIVO ROUBA EM COLUIO COM O CONGRESSO, E A JUSTIÇA NÃO JULGA.
Um poder de costas para o país
MARCO ANTONIO VILLA
O GLOBO - 27/09/11

Justiça no Brasil vai mal, muito mal. Porém, de acordo com o relatório de atividades do Supremo Tribunal Federal de 2010, tudo vai muito bem. Nas 80 páginas — parte delas em branco — recheadas de fotografias (como uma revista de consultório médico), gráficos coloridos e frases vazias, o leitor fica com a impressão que o STF é um exemplo de eficiência, presteza e defesa da cidadania. Neste terreno de enganos, ficamos sabendo que um dos gabinetes (que tem milhares de processos parados, aguardando encaminhamento) recebeu "pela excelência dos serviços prestados" o certificado ISO 9001. E há até informações futebolísticas: o relatório informa que o ministro Marco Aurélio é flamenguista.

A leitura do documento é chocante. Descreve até uma diplomacia judiciária para justificar os passeios dos ministros à Europa e aos Estados Unidos. Ou, como prefere o relatório, as viagens possibilitaram "uma proveitosa troca de opiniões sobre o trabalho cotidiano." Custosas, muito custosas, estas trocas de opiniões. Pena que a diplomacia judiciária não é exercida internamente. Pena. 
Basta citar o assassinato da juíza Patrícia Acioli, de São Gonçalo. Nenhum ministro do STF, muito menos o seu presidente, foi ao velório ou ao enterro. Sequer foi feita uma declaração formal em nome da instituição. Nada.

Silêncio absoluto. Por que? E a triste ironia: a juíza foi assassinada em 11 de agosto, data comemorativa do nascimento dos cursos jurídicos no Brasil. Mas, se o STF se omitiu sobre o cruel assassinato da juíza, o mesmo não o fez quando o assunto foi o aumento salarial do Judiciário. Seu presidente, Cézar Peluso, ocupou seu tempo nas últimas semanas defendendo — como um líder sindical de toga — o abusivo aumento salarial para o Judiciário Federal. Considera ético e moral coagir o Executivo a aumentar as despesas em R$ 8,3 bilhões. A proposta do aumento salarial é um escárnio.

É um prêmio à paralisia do STF, onde processos chegam a permanecer décadas sem qualquer decisão. A lentidão decisória do Supremo não pode ser imputada à falta de funcionários. De acordo com os dados disponibilizados, o tribunal tem 1.096 cargos efetivos e mais 578 cargos comissionados. Portanto, são 1.674 funcionários, isto somente para um tribunal com 11 juízes. Mas, também de acordo com dados fornecidos pelo próprio STF, 1.148 postos de trabalho são terceirizados, perfazendo um total de 2.822 funcionários. Assim, o tribunal tem a incrível média de 256 funcionários por ministro.

Ficam no ar várias perguntas: como abrigar os quase 3 mil funcionários no prédio-sede e nos anexos? Cabe todo mundo? Ou será preciso aumentar os salários com algum adicional de insalubridade? Causa estupor o número de seguranças entre os funcionários terceirizados. São 435! O leitor não se enganou: são 435. Nem na Casa Branca tem tanto segurança. Será que o STF está sendo ameaçado e não sabemos? Parte destes abuso é que não falta naquela Corte. Só de assistência médica e odontológica o tribunal gastou em 2010, R$ 16 milhões.

O orçamento total do STF foi de R$ 518 milhões, dos quais R$ 315 milhões somente para o pagamento de salários. Falando em relatório, chama a atenção o número de fotografias onde está presente Cézar Peluso. No momento da leitura recordei o comentário de Nélson Rodrigues sobre Pedro Bloch. O motivo foi uma entrevista para a revista "Manchete". O maior teatrólogo brasileiro ironizou o colega: "Ninguém ama tanto Pedro Bloch como o próprio Pedro Bloch."

Peluso é o Bloch da vez. Deve gostar muito de si mesmo. São 12 fotos, parte delas de página inteira. Os outros ministros aparecem em uma ou duas fotos. Ele, não. Reservou para si uma dúzia de fotos, a última cercado por crianças. A egolatria chega ao ponto de, ao apresentar a página do STF na intranet, também ter reproduzida uma foto sua acompanhada de uma frase (irônica?)
 destacando que o "a experiência do Judiciário brasileiro tem importância mundial". No relatório já citado, o ministro Peluso escreveu algumas linhas, logo na introdução, explicando a importância das atividades do tribunal.

E concluiu, numa linguagem confusa, que "a sociedade confia na Corte Suprema de seu País. Fazer melhor, a cada dia, ainda que em pequenos mas significativos passos, é nossa responsabilidade, nosso dever e nosso empenho permanente". Se Bussunda estivesse vivo poderia retrucar com aquele bordão inesquecível: 
"Fala sério, ministro!" As mazelas do STF têm raízes na crise das instituições da jovem democracia brasileira. Se os três Poderes da República têm sérios problemas de funcionamento, é inegável que o Judiciário é o pior deles. E deveria ser o mais importante. Ninguém entende o seu funcionamento.

É lento e caro. Seus membros buscam privilégios, e não a austeridade. Confundem independência entre os poderes com autonomia para fazer o que bem entendem. Estão de costas para o país. No fundo, desprezam as insistentes cobranças por justiça. Consideram uma intromissão.

MARCO ANTONIO VILLA é historiador e professor da Universidade Federal de São Carlos.
Peluso comanda reação de juízes contra corregedora que vê 'bandidos de toga'

Presidente do STF reagiu às declarações da ministra Eliana Calmon sobre desvios da magistratura e afirmou que nunca leu uma coisa tão grave.
Na véspera do julgamento que pode restringir o controle externo do
Judiciário, o presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Cezar Peluso, comandou a reação às críticas feitas aos juízes pela corregedora nacional, Eliana Calmon.

Uma reunião convocada às pressas por Peluso atrasou em mais de duas horas o início da sessão de ontem do conselho e gerou uma crise sem precedentes no órgão.
Peluso chegou carregando uma cópia das declarações feitas por Eliana Calmon em entrevista à Associação Paulista de Jornais (APJ), na qual ela afirmou que a magistratura hoje "está com gravíssimos problemas de infiltração de bandidos que estão escondidos atrás da toga".

Logo que os conselheiros se sentaram e os servidores deixaram a sala contígua ao plenário, Peluso disse:
"Se os senhores não leram, leiam, porque em 40 anos de magistratura nunca li uma coisa tão grave."
E prosseguiu, conforme relatos dos conselheiros presentes:
"É um atentado ao Estado Democrático de Direito".

No texto, declarações da ministra que, na visão de Peluso e dos demais conselheiros, punham todos os magistrados brasileiros sob suspeita. "Acho que é o primeiro caminho para a impunidade da magistratura", afirmou a ministra sobre a proposta de restringir o controle externo do Judiciário.
Em seguida, na mesma entrevista à APJ, publicada ontem pelo jornal Folha de S. Paulo, ele citou os "bandidos".

Enquanto o texto passava de mão em mão e alguns conselheiros diziam já ter conhecimento da entrevista, Peluso questionou em voz alta e desferindo uma palmada na mesa:
"Eu quero saber o que o conselho vai fazer". E aguardou uma reação. 
Eliana Calmon pediu a palavra.
Disse que ainda não havia lido a entrevista e afirmou desconhecer sua repercussão.
Reafirmou o que pensava, que na sua opinião há de fato juízes que se valem do cargo para cometer crimes.

Peluso reagiu.
"Então a senhora cumpra sua função, traga os nomes, monte o processo e traga as provas e nós punimos todos eles."

Eliana então disse que enfrenta problemas na corregedoria que atrapalham em certos momentos as investigações.
Peluso altercou novamente. "Então diga quais são os problemas."

À noite, a corregedora afirmou ao Estado que não falava de toda a categoria: "Falei de alguns poucos que estão querendo se esconder atrás da toga, para causar esse estrago absurdo".

Ela se disse "preocupada com o esvaziamento da corregedoria, com a dificuldade que temos de investigar". E que considera o CNJ "uma luz no fim do túnel para fazer as devidas correções de rumo".

(*) Felipe Recondo, O Estado de São Paulo. 

A Ignorância traz muito mais certezas que o Conhecimento... (Darwin)
A vergonha é a herança maior que meu pai me deixou... (Lupicínio Rodrigues)
De onde menos se espera, dali mesmo é que não sai nada... (Barão de Itararé)
Democracia é quando eu mando em você. Ditadura é quando você manda em mim... (Millor Fernandes)
CHEGAMOS AO FIM.
SE VOCÊ NÃO É CORRUPTO OU OMISSO, REPASSE!
REVOLTE-SE. SEJA UM BRASILEIRO
" O PIOR DE TUDO É O SILÊNCIO DOS BONS..."
VOCÊS QUEREM QUE OS SEUS FILHOS E NETOS VIVAM NUM BRASIL COM UMA CORJA DE GOVERNANTES SAFADOS, EGOÍSTAS E SEM ESCRÚPULOS CONTINUEM COMPRANDO O JUDICIÁRIO E DOMINANDO AS LEIS QUE SÃO FEITAS PARA PROTEGÊ-LOS DAS SUAS FALCATRUAS, DE SEUS ROUBOS E PROPICIANDO A TRANSFORMAÇÃO DA NOSSA NAÇÃO BRASILEIRA E UM PAÍS SEM ÉTICA, SEM MORAL, SEM EDUCAÇÃO, SEM SEGURANÇA E COM UM JUDICIÁRIO PODRE?
PENSE NISSO SE VOCÊ NÃO É CORRUPTO! 

-- 
Dorema Costa
Procuradora da Assembléia Legislativa do Estado do Tocantins
63 9978-4921

63 3212-5125

 

CONFIRA AQUI OS LIVROS DE MINHA BIBLIOTECA FÍSICA

Cursos Online é Cursos 24 Horas

LIVROS RECOMENDADOS

  • ANÁLISES DE CONJUNTURA: Globalização e o Segundo Governo FHC - (José Eustáquio Diniz Alves /Fábio Faversani)
  • ARTE SACRA - BERÇO DA ARTE BRASILEIRA (EDUARDO ETZEL)
  • AS FORÇAS MORAIS - (José Ingenieros)
  • CONTOS - (Voltaire)
  • DICIONÁRIO DE FANADÊS - Carlos Mota
  • DOM QUIXOTE DE LA MANCHA - (Cervantes)
  • ESPLÊNDIDOS FRUTOS DE UMA BANDEIRA VENTUROSA - (Demósthenes César Jr./ Waldemar Cesar Santos)
  • EU E MARILYN MONROE & O OUTRO- CARLOS MOTA
  • FRAGMETOS - (Glac Coura)
  • HISTÓRIAS DA TERRA MINEIRA - (Prof. Carlos Góes)
  • http://www.strategosaristides.com/2010/12/cronicas-do-mato.html
  • IDAS E VINDAS - (Rosarinha Coelho)
  • MOSÁICO - (Glac Coura)
  • O CAMINHANTE - (José Transfiguração Figueirêdo)
  • O DIA EM QUE O CAPETA DESCEU NA CIDADE DE MINAS NOVAS - (João Grilo do Meio do Fanado)
  • O MITO DO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO - (Celso Furtado)
  • O NOME DA ROSA - (Umberto Eco)
  • O PRÍNCIPE - (Maquiavel)
  • O SEGREDO É SER FELIZ - ROBERTO SHINYASHIKI

ORIGEM DOS ACESSOS PELO MUNDO

Arquivo do blog