domingo, 11 de outubro de 2009

BANDAS DE MÚSICA EM MINAS NOVAS

O dobrado "Baptista de Melo" , hoje executado em todas as principais corporações musicais do país, era o preferido do MESTRE JOÃO BENEDITO FERNANDES, que naqueles bons tempos de cultura em nossa Minas Novas, comandava a saudosa
EUTERPE CONCEIÇÃO:
video

Assim como o dobrado "SAUDADES DE MINHA TERRA" ficou imortalizado em Minas Novas, pelo gosto do grande maestro que foi o MESTRE JOÃO LÍDIO DE MIRANDA COSTA, um dos baluartes da cultura musical em todo o norte-nordeste mineiro.
video

Minha cidade natal, MINAS NOVAS, que no último dia 02 de Outubro completou 280 anos de fundação, recebeu a visita de várias bandas de música, muitas delas oriundas de municípios vizinhos que se emanciparam da VILA DO FANADO. Naquela oportunidade, que seria de muita alegria, pude conferir que já se foi o bom tempo em que Minas Novas tinha o privilégio de exibir, com orgulho e encantamento, suas famosas BANDAS DE MÚSICA. É certo que temos ainda, em nossa população, exímios e inigualáveis músicos, que também tentaram, embora de forma ridícula e até mesmo acintosamente triste, colocar na rua uma meia-dúzia de elementos mal ensaiados, executando desafinadamente pouquíssimos e estragados instrumentos, todos caindo aos pedaços, estando os nossos músicos mambembes trajando farrapos como mendigos. Foi, sem dúvida alguma, um fato doloroso e deprimente para os minasnovenses que, de água na boa e olhos marejados, viram - de outra parte - o desfile maravilhoso, em todos os aspectos, das visitantes, as modernas bandas de TURMALINA, VEREDINHA, LEME DO PRADO, CHAPADA DO NORTE, MALACACHETA, CARBONITA, ITAMARANDIBA, FRANCISCO BADARÓ, JENIPAPO DE MINAS, CAPELINHA E VIRGEM DA LAPA, apresentando um repertório musical da mais alta qualidade, cada um desses grupamentos envergando luxuosas e vistosas fardas, mostrando com entusiasmo e patriotismo, ao povo deslumbrado da antiga cidade, o quanto estão estes, culturalmente atrasados em relação aos habitantes dos municípios a que deram origem.

É de se lembrar, entretanto, aos decepcionados e amargurados músicos de minha terra que, além de não se viver só das glórias do passado, é também preciso muito esforço para se livrar das amarras da escravidão política à qual estão todos atrelados, para buscarem urgentemente a independência e o respeito, não aceitando como normal o descaso, que aí está a ferir os sentimentos de nosso povo, refletidos na irresponsabilidade e no desmando de nossas atuais lideranças. Sabemos que a culpa do vexame não é, diretamente, nem dos músicos, nem da juventude, nem da maioria de nosso povo, o qual temos certeza ser bom, trabalhador, mas que é uma vítima muito tolerante e conformada. A culpa, temos de admitir, é do voto indeciso, do voto vendido e comprado que colocou no poder essa corja de politiqueiros corruptos, improdutivos, esbanjadores, nepotistas e mal-intencionados, que não fazem outra coisa a não ser dilapidar o erário e destruir um trabalho que vinha sendo maravilhosamente desenvolvido por um grupo honesto e bem orientado para o progresso e para o desenvolvimento, mas que foi substituído pela ação nefasta e perigosa de uma quadrilha liderada por um ex-senador biônico que teve de se renunciar, nas que na moita continua manipulando um prefeito idiota e sem o mínimo de condição de administrar nem mesmo um boteco, quanto mais um município da importância deste que é um dos maiores de Minas Gerais, tanto em tamanho geográfico, expressiva população ativa, produção agrícola, ótima arrecadação de impostos, como na sua potencialidade econômica que residiria na exploração adequada de sua produção mineral e vegetal, além da invejável condição histórica e da viabilidade da indústria do turismo que aqui salta aos olhos e foge das prioridades administrativas de um governo que simplesmente não existe.

Nenhum comentário:

CONFIRA AQUI OS LIVROS DE MINHA BIBLIOTECA FÍSICA

Cursos Online é Cursos 24 Horas

LIVROS RECOMENDADOS

  • ANÁLISES DE CONJUNTURA: Globalização e o Segundo Governo FHC - (José Eustáquio Diniz Alves /Fábio Faversani)
  • ARTE SACRA - BERÇO DA ARTE BRASILEIRA (EDUARDO ETZEL)
  • AS FORÇAS MORAIS - (José Ingenieros)
  • CONTOS - (Voltaire)
  • DICIONÁRIO DE FANADÊS - Carlos Mota
  • DOM QUIXOTE DE LA MANCHA - (Cervantes)
  • ESPLÊNDIDOS FRUTOS DE UMA BANDEIRA VENTUROSA - (Demósthenes César Jr./ Waldemar Cesar Santos)
  • EU E MARILYN MONROE & O OUTRO- CARLOS MOTA
  • FRAGMETOS - (Glac Coura)
  • HISTÓRIAS DA TERRA MINEIRA - (Prof. Carlos Góes)
  • http://www.strategosaristides.com/2010/12/cronicas-do-mato.html
  • IDAS E VINDAS - (Rosarinha Coelho)
  • MOSÁICO - (Glac Coura)
  • O CAMINHANTE - (José Transfiguração Figueirêdo)
  • O DIA EM QUE O CAPETA DESCEU NA CIDADE DE MINAS NOVAS - (João Grilo do Meio do Fanado)
  • O MITO DO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO - (Celso Furtado)
  • O NOME DA ROSA - (Umberto Eco)
  • O PRÍNCIPE - (Maquiavel)
  • O SEGREDO É SER FELIZ - ROBERTO SHINYASHIKI

ORIGEM DOS ACESSOS PELO MUNDO

Arquivo do blog